Palmeiras faz proposta por Valdivia, meia do Internacional

Corinthians, no entanto, segue como destino provável

A negociação do meia-atacante Valdívia ganhou um novo componente nas últimas horas. Ciente da negociação do Corinthians com o Internacional, o Palmeiras realizou consulta ao clube colorado para tentar ficar com o jogador. Apesar disso, o desfecho mais provável é uma troca com o corintiano Giovanni Augusto. 

O Palmeiras apresentou uma lista de jogadores para compor uma troca de empréstimos por Valdívia. O nome desejado pelo Internacional, porém, era Rafael Marques, o que não seduziu os dirigentes palmeirenses. No início do ano, vale lembrar, o mesmo Palmeiras havia feito busca por Valdívia, e os colorados avaliaram a contratação do atacante. 

Valdívia (Crédito: Reprodução)
Valdívia (Crédito: Reprodução)

"O Palmeiras também tem o interesse nele. Apresentou alguns jogadores. É algo que estamos vendo", frisou Roberto Melo, vice de futebol colorado, nesta segunda-feira. "Eles (Palmeiras) já tinham interesse nele no começo do ano, mas não avançou. O Inter não tem interesse em vender o Valdívia agora. É um jogador que depositamos muita confiança. A possibilidade de empréstimo é recente. Antes, não admitíamos negociar em hipótese alguma", acrescentou.

Por outro lado, Corinthians e Internacional consideram estar próximos de um desfecho a partir da definição dos pontos mais importantes para a troca por empréstimo. O clube paulista quer Valdivia, o clube gaúcho quer Giovanni Augusto e os dois jogadores estão dispostos a essa mudança. O vice de futebol colorado Roberto Melo definiu que o primeiro estágio de negociação foi vencido. 

Um dos pontos em discussão diz respeito aos vencimentos. O salário de Giovanni Augusto é aproximadamente R$ 80 mil mais caro do que o de Valdívia, que no Beira-Rio recebe algo em torno de R$ 300 mil. Quem pagaria este valor é um dos empecilhos para fechar a troca imediatamente

Outro aspecto fundamental para a negociação diz respeito aos valores de opção de compra de ambos os atletas, em especial Valdívia. A direção colorada enxerga no Corinthians uma oportunidade para recuperar o atacante, tê-lo de volta para 2018 e realizar uma venda ao exterior a longo prazo. Por isso, não está disposta a facilitar ao estipular um valor que seja acessível para o mercado interno. 

Fonte: Com informações do Uol
logomarca do portal meionorte..com