Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Para Giovane, treinar os juvenis é uma oportunidade de inspirá-los

Será a 19ª edição do Campeonato Mundial

Para Giovane, treinar os juvenis é uma oportunidade de inspirá-los
sdsd | Reprodução
Compartilhe
Google Whatsapp

Bicampeão olímpico e campeão mundial como ponteiro da seleção brasileira, Giovane Gávio vive um momento diferente em sua carreira. Está de volta à seleção, mas desta vez como treinador da equipe masculina sub21, cargo para o qual foi escolhido em meados deste ano. No primeiro torneio, o Sul-Americano da categoria, disputado este mês em Bariloche, Argentina, uma prata, com derrota na final por 1-3 para os anfitriões. Mas foi só o começo. “Vejo essa chance de treinar os juvenis como uma oportunidade de poder inspirá-los, fazer com que cresçam, entendendo a importância do que é a seleção brasileira, assim como foi pra mim”, afirma o técnico, campeão da Superliga 2010/2011 no comando do Sesi, clube onde trabalhou de 2009 a 2013.


Não é uma tarefa simples trabalhar com a base em um país que é uma das maiores potências do mundo na modalidade, dono de três títulos olímpicos e mundiais, e Giovane está ciente disso. “Quero mostrar para eles que o Brasil só conseguiu chegar aonde chegou trabalhando muito, se dedicando muito e buscando sempre o melhor”, diz.

Indagado sobre qual seria o seu maior desafio com os juvenis, ele aponta para a continuidade. “O grande desafio é manter os resultados ao longo dos anos, com gerações que precisam substituir gerações vitoriosas. É difícil manter isso, a expectativa é grande, a cobrança é grande. Esse é o maior desafio de todos em minha opinião. O mundo está se preparando mais e melhor, o cenário internacional está cada vez mais competitivo”, comenta o treinador.


Mundial sub21

Como apenas o vencedor do Sul-Americano conquistava uma vaga para o Mundial sub21, que será disputado em junho e julho de 2017, na República Tcheca, a seleção brasileira terá que brigar pela classificação na Copa Pan-Americana da categoria, que será realizada em maio, no Canadá.

Será a 19ª edição do Campeonato Mundial, torneio que o Brasil venceu quatro vezes, além de acumular seis pratas e três bronzes. Na edição mais recente, em 2015, no México, os brasileiros ficaram em quarto lugar. O título mais recente do Brasil foi em 2009, na Índia, quando o ponta Maurício Borges foi escolhido o MVP da competição.


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp
Carregar os comentários (0)

comentários

fechar comentários
Nenhum comentário feito até o momento

veja também

Recomendamos

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto