Piloto francês morre em campeonato de carros históricos da F1

Morte foi confirmada pela FIA nesta quinta-feira (07)

Faleceu no último sábado, aos 61 anos de idade, o piloto francês David Ferrer. Ele sofreu um acidente na pista de Zandvoort, na Holanda, durante prova do campeonato de carros históricos da F1. O piloto, que guiava um March 701, teve que ser ressuscitado ainda na cena do acidente antes de ser levado de helicóptero para um hospital em Amsterdam. A FIA confirmou o falecimento de Ferrer nesta quinta-feira (07):

"A FIA lamenta informar que o piloto David Ferrer desafortunadamente sucumbiu a lesões sofridas no incidente em Zandvoort. A FIA amplia suas mais sinceras condolências para a família e amigos do Sr. Ferrer neste momento difícil", disse em nota.

Batida na pista de Zandvoort, na Holanda (Crédito: Reprodução)
Batida na pista de Zandvoort, na Holanda (Crédito: Reprodução)

O britânico Paul Tattersall estava atrás de Ferrer na hora do acidente em um Ensign N179, e saiu da pista para evitar o choque com os destroços do carro.

"Eu tive uma fração de segundo para decidir se ia para a esquerda ou para a direita. Graças a Deus, eu escolhi a direita ou teria atingido David", disse Tattersall.

Equipe de resgate e médicos foram elogiados pelo trabalho "exemplar" de ressuscitar e extrair o piloto ferido, no que o comissário técnico da FIA, John Gentry, descreveu como um dos maiores acidentes que viu em sua longa carreira na F1.

Fonte: Com informações do Globoesporte.com
logomarca do portal meionorte..com