Presidente da Fifa diz que seria injusto Messi não vencer uma Copa

Seleção Argentina corre o risco de ficar fora da Copa de 2018

O presidente da Fifa, Giani Infantino, comentou o drama vivido pela Argentina para conquistar a classificação para a Copa do Mundo da Rússia. Em entrevista ao jornal La Nacion, Infantino afirmou que seria injusto o craque do Barcelona Lionel Messi encerrar a carreira sem vencer nenhuma Copa. 

"Seria injusto. Bom, se ganha o Mundial se você merece. Tem que ver quem merece mais em 2018 e em 2022. E é assim, temos muitos grandes jogadores que não ganharam o Mundial, e temos muitos jogadores não tão grandes que ganharam. Essa é a beleza do futebol”, disse.

Mesmo que não consiga a classificação para a Copa de 2018, o presidente da Fifa tem esperança de que Messi ainda possa atuar em 2022, no Catar, quando terá 35 anos, especialmente pela condição física do jogador.

Messi corre o risco de ficar fora da Copa do Mundo (Crédito: Getty)
Messi corre o risco de ficar fora da Copa do Mundo (Crédito: Getty)

"Pode ser, pode ser (que Messi jogue em 2022). Quando o vemos jogar, parece que ninguém pode tocá-lo. Nunca se machuca, nunca fica doente. E é tão rápido que, ainda que queiram pegá-lo, não conseguem”, afirmou.

Infantino ainda deu a entender que Diego Maradona foi um jogador mais completo que Messi, justamente por ter conquistado uma Copa do Mundo, em 1986, no México. 

"Messi é extraordinário. Os dois marcaram uma época: os anos 80 e 90 foram de Maradona; esses últimos 10 anos, de Messi. Mas claro, Maradona também ganhou uma Copa. Sim, Messi também tem que ganhar uma”, disse.

Fonte: Com informações do Globoesporte.com
logomarca do portal meionorte..com