Revista alemã é condenada a pagar R$168 mil à família de Schumacher

O estado de saúde de Michael Schumacher continua em sigilo.

Após publicar informações falsas sobre o estado de saúde de Michael Schumacher, a revista alemã “Bunte“ foi condenada a pagar uma indenização de 50 mil euros (equivalente a R$ 168 mil) à família do heptacampeão mundial de Fórmula 1. A decisão foi do tribunal distrital de Hamburgo e divulgada nesta sexta-feira pela imprensa alemã.

A revista foi acusada de violar a privacidade do ex-piloto e da família dele, depois que divulgou, em dezembro de 2015, que o alemão conseguia dar alguns passos e chamar tal fato de "milagre de Natal". Na época, a assessora de Schumacher, Sabine Kehm, falou, em uma rara aparição, que a informação era falsa. A família entrou com uma ação em setembro do ano passado

“Ele não pode andar hoje. E é improvável que isso tenha acontecido na época”, disse um porta-voz do tribunal de Hamburgo.

O estado de saúde de Michael Schumacher continua como um "assunto estritamente particular", e a família evita falar sobre a situação. Schumacher sofreu uma grave lesão na cabeça em um acidente de esqui nos Alpes Franceses, em dezembro de 2013. Segundo o “Daily Mail”, no início deste ano o atleta chorou ao ouvir as vozes de seus filhos e começou a reconhecer rostos. Após meses em coma e internado no hospital, o heptacampeão segue em tratamento sigiloso em casa, na Suíça.


Fonte: Com informações do Extra
logomarca do portal meionorte..com