São Paulo demite Rogério Ceni, um dos maiores ídolos do tricolor

Com time na zona do rebaixamento e há seis jogos sem vencer

 Em comunicado oficial, o São Paulo acaba de divulgar a demissão de Rogério Ceni. Um dos maiores ídolos da história tricolor, o ex-goleiro não conseguiu brilhar na nova função de treinador e acabou sendo demitido, com o time na zona do rebaixamento e há seis rodadas sem vitória no Campeonato Brasileiro.


– O respeito e o reconhecimento pela grandeza de Rogerio Ceni, como figura histórica desta instituição, serão eternamente celebrados – disse o presidente do São Paulo, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco.

No comunicado, o São Paulo não fala em "comum acordo". O texto apenas informa sobre Rogério Ceni "deixar o comando técnico de sua equipe principal". A nota ressalta que, "em sua passagem como treinador, Ceni demonstrou a dedicação e o empenho que o caracterizaram como atleta. Desejamos boa sorte a este que sempre será um dos maiores ídolos de nossa história".

A demissão de Ceni se dá três dias após a saída de seu auxiliar, o inglês Michael Beale, que alegou problemas de adaptação ao Brasil para justificiar seu pedido de demissão. É sabido, porém, que tanto Beale como Ceni estavam profundamente decepcionados com as mudanças no elenco, com constantes saídas e chegadas de jogadores.


Fonte: Globo Esporte
logomarca do portal meionorte..com