Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

São Paulo enfrenta jogo "perigoso"

Com o placar de 0 a 0 em Montevidéu, o São Paulo precisa vencer o jogo

Compartilhe

O S?o Paulo entra em campo nesta quarta-feira, no Morumbi, ?s 21h50 (de Bras?lia), diante do Nacional (Uruguai) em estado de alerta. Apesar do empate no jogo de ida, o time tricolor sabe que necessita de todos os cuidados no encontro que vale vaga para as quartas-de-final da Copa Libertadores da Am?rica. Um gol do time uruguaio pode ser decisivo no confronto.

Com o placar de 0 a 0 em Montevid?u, o S?o Paulo precisa vencer o jogo. Uma nova igualdade sem gols leva a decis?o para os p?naltis. Todavia, qualquer empate com gols beneficia o Nacional para enfrentar o Fluminense na pr?xima etapa.

"Desta vez, n?s n?o podemos jogar com o regulamento. O resultado ? deles. Qualquer empate ? deles, inclusive esse 0 a 0 que levar? a decis?o para os p?naltis", alerta o goleiro Rog?rio Ceni, que disputa sua quinta Libertadores seguida.

Na competi??o sul-americana, o S?o Paulo encontra clara dificuldade em marcar gols. Em sete partidas da Libertadores, o bicampe?o brasileiro balan?ou as redes em apenas seis oportunidades. ?N?s ainda temos dificuldades na cria??o. A marca??o, vamos acertando. Na Libertadores, fizemos poucos gols, mas tomamos poucos gols", lembra Ceni, confiante que o sistema defensivo pode ser decisivo.

Do lado do Nacional, a ordem ? buscar um gol para complicar a vida do S?o Paulo no Morumbi. "Sabemos que vai ser uma partida muito complicada, mas pensamos em fazer um gol para ficarmos mais tranq?ilos e deixar o S?o Paulo com a obriga??o de marcar dois", confirma o goleiro Al?xis Viera.

No jogo de ida, os jogadores do S?o Paulo reclamaram muito da viol?ncia utilizada pelo advers?rio. Tanto que o volante Hernanes e o meia Jorge Wagner ainda est?o em recupera??o no departamento m?dico. No time tricolor, a exig?ncia ? para uma arbitragem rigorosa do argentino H?ctor Baldassi.

"O ?rbitro que vem ? muito bom, extremamente educado. Tenho certeza de que ele vai ter uma pegada diferente. Eu gosto do estilo de arbitragem da Libertadores, mas, na partida de ida, o ?rbitro (o chileno Rub?n Selman) deixou correr demais", reclama Ceni.

As lamenta?es s?o-paulinas repercutiram negativamente junto ao Nacional. O t?cnico do time uruguaio, Gerardo Pelusso, mandou um recado ao bicampe?o brasileiro: "Nosso time n?o ? violento. O S?o Paulo jogou t?o duro quanto o Nacional. No primeiro tempo de Montevid?u, fizemos apenas nove faltas contra 20 do nosso advers?rio", comparou.

Devido aos problemas f?sicos, o S?o Paulo dever? anunciar sua escala??o apenas momentos antes da partida. O meia Jorge Wagner, com dores no joelho, ? o principal problema. Destaque do segundo tempo em Montevid?u, Hugo aparece como op??o para o time titular. No Nacional, a d?vida est? no ataque, entre Fornaroli e Vera.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar