Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Se não renovar com o Chelsea, Willian já tem plano traçado

Willian é o segundo jogador brasileiro com mais jogos na história da Premier League, com 226 partidas.

Compartilhe
Google Whatsapp

Willian chegou ao Chelsea em agosto de 2013. Falta aproximadamente quatro meses para seu atual vínculo com os Blues se encerrar e nem mesmo o jogador ainda sabe se continuará a defender o clube londrino. Em entrevista exclusiva à Gazeta Esportiva, Willian explicou a situação.

Foto: Ricardo NogueiraFoto: Ricardo NogueiraFoto: Ricardo Nogueira


"Todo mundo sabe que meu contrato acaba em julho. Como eu já falei antes, tive uma conversa com o Chelsea, eles me ofereceram dois anos de contrato, eu pedi três e parou por ai. Ficou parado dessa forma. Realmente, nesse momento não sei te dizer qual será meu futuro, se vou permanecer, se vou sair”.


Willian é o segundo jogador brasileiro com mais jogos na história da Premier League, com 226 partidas. Ele só fica atrás do volante Lucas Leiva, que soma 247 atuações pelo Liverpool.

Pelo Chelsea, nenhum brasileiro entrou mais vezes em campo (329). Também são cinco títulos com a camisa dos Blues. Aliás, o número 22 nas costas foi substituído pelo 10 nesta temporada.

Neste cenário, aos 31 anos, Willian já traçou seu plano de carreira. Mesmo que não continue no Chelsea, o meio-campista pretende seguir no Velho Continente.

“Não penso em voltar para o Brasil agora. Creio que tenho mercado aqui na Europa. Meu objetivo é continuar aqui”.

A resposta certamente frustra os tantos corintianos que sonham com o retorno da cria do “Terrão”. Após anos na base alvinegra, Willian fez apenas 23 jogos pelo time profissional, entre 2006 e 2007, período complicado para o clube, antes de se transferir para o Shakhtar Donetsk-UCR, na ocasião.

“Acompanho, sempre que posso, vejo os jogos, quando posso também. Eu recebo mensagens pedindo minha volta, sinto o carinho deles também, mas não é meu objetivo voltar ao Brasil”, avisou.


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar