Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Surfista brasileiro usa prancha emprestada por Filipinho e vence

Ítalo entrou no mar faltando oito minutos para acabar a disputa e saiu vitorioso

Surfista brasileiro usa prancha emprestada por Filipinho e vence
| Divulgação/CBSurf
Compartilhe
Google Whatsapp

A estreia de Ítalo Ferreira nos Jogos Mundiais de Surfe da ISA (Associação Internacional de Surfe), no Japão, teve ingredientes inusitados. Ameaçado de ficar fora após ter o passaporte furtado nos Estados Unidos e ter problema com vistos, na última semana, o surfista brasileiro só conseguiu chegar à praia de Kisakihama nesta terça-feira, com a bateria em andamento. Na verdade, entrou no mar faltando oito minutos para acabar a disputa e saiu vitorioso.Informações do site GloboEsporte.com

Este atraso aconteceu devido ao pouso forçado de Ítalo em Nagasaki após tufões fecharem o espaço aéreo em Tóquio, seu destino inicial previsto.

Ítalo sequer aguardou suas pranchas desembarcarem, seguindo do aeroporto direto para o local do evento. Pegou uma prancha emprestada por Filipe Toledo, vestiu a lycra e, de bermuda jeans, correu para o mar.

Mesmo com pouco tempo e com a quarta prioridade na bateria, o potiguar conseguiu somar 13,46 pontos, com direito a uma onda de 8,33 pontos. Superou o argentino Leandro Usuna, o mexiano Dylan Southworth e o norueguês Frode Goa, respectivamente.

A competição no Japão reúne surfistas de 55 países e é um evento obrigatório para os atletas com pretensões de disputar os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Além de Ítalo e Filipinho, o Brasil conta com o bicampeão mundial Gabriel Medina na disputa.

Ítalo quase ficou fora da prova após ter o passaporte furtado na última terça-feira, quando teve o carro arrombado em Los Angeles, nos Estados Unidos. O surfista fez campanha para localizar o documento devido aos vistos, mas sem sucesso. Após muita burocracia e correria, conseguiu embarcar para o Japão para competir.




Siga nosso canal no telegram
Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto