Técnico do Santos critica cusparada de Bruno Henrique

Jogador teve perda de equilíbrio emocional

Além da derrota por 1 a 0 para o Barcelona de Guaiaquil, que culminou com a eliminação do Santos nas quartas de final da Libertadores, na noite desta quarta-feira, os mais de 12 mil torcedores presentes na Vila Belmiro presenciaram uma cena lamentável protagonizada por Bruno Henrique.


Artilheiro do Peixe na temporada, com 15 gols, o atacante se envolveu em discussão com os jogadores do time equatoriano no segundo tempo e acabou cuspindo na cara do meia Damián Diáz. Por conta do ato nojento, o árbitro Victor Carrillo expulsou o santista de campo.

Após a partida, o técnico Levir Culpi admite fez questão de criticar Bruno Henrique mesmo sem ter visto o lance pela TV.“Estou sabendo agora. Não sabia que ele havia cuspido. Mas isso mostra a perda de equilíbrio emocional, que estava previsto. Jogos de Libertadores tem muito disso. Eles são espertos. E nós demos demonstração de imaturidade. Se compararmos a história do futebol brasileiro com equatoriano, ficamos chateados por perder na malandragem”, comentou o técnico em entrevista coletiva.

 (Crédito: Divulgação)
(Crédito: Divulgação)


Fonte: FootStats
logomarca do portal meionorte..com