Vasco joga mal, sofre, mas arranca virada no fim de jogo

Muriqui arrancou e rolou para Thalles fazer o da virada: 2 a 1

Com somente 20 segundos de partida, o Resende saiu em velocidade e Martín Silva, cara a cara com Kiros, salvou o Vasco, que só respondeu aos quatro, em chute insosso de Guilherme. Mas o Resende era melhor. Pouco depois, Rogerinho achou Jhulliam livre na esquerda. Ele bateu para mais uma grande defesa de Martín Silva. Era questão de (pouco) tempo. Um minuto depois, bola alçada na área para Kiros, de 1.95m, abrir o placar para os visitantes.

O Resende segui insistindo, mas o Vasco apertou o passo e começou a criar. Foram três chances claras até os 30 minutos. Aos 22, Nenê cobrou falta para a área, e Thalles escorou com muito perigo, perto do travessão. Aos 24, foi a vez de Pikachu fazer Arthur trabalhar. Cinco minutos depois, Thalles também bateu sem força. Em seguida, Guilherme bateu forte, livre, na área. Faltou direção. Na saída de campo, a torcida em São Januário mostrou insatisfação com o técnico Cristóvão Borges.

Vasco joga mal, sofre, mas arranca virada no fim de jogo
Vasco joga mal, sofre, mas arranca virada no fim de jogo


O Vasco voltou para a etapa final com Jean no lugar de Evander, e Rafael Marques na vaga de Rodrigo, que sentiu a musculatura da coxa esquerda. Deu certo. Aos 2 minutos, Nenê deu bom passe para Pikachu, que cruzou rasteiro para Escudero marcar seu primeiro gol pelo Vasco: 1 a 1. Aos sete, falta perigosa para o Vasco. Nenê ajeita, cobra com categoria, e a bola vai na trave - o goleiro Arthur nem se mexeu.

Aos 16, grande chance para o Resende. Jhulliam, sozinho, cabeceou para fora, mas com muito perigo. Pouco depois, Marcel também desperdiçou outra oportunidade. Aos 20, o Vasco tentou com Bruno Gallo, mas nem assustou. Cristóvão então lançou Muriqui no lugar de Guilherme. Aos 40, enfim, o ataque cruz-maltino funcionou. Muriqui arrancou e rolou para Thalles fazer o da virada: 2 a 1.

Fonte: Globo Esporte