Zé minimiza baixo desempenho do Fla e assume responsabilidade

Com todo o elenco à disposição, o Flamengo se reapresenta amanhã.

A queda de desempenho, mesmo com a escalação de um time misto, fez a conta cair no colo de Zé Ricardo. O técnico, embora mantenha o plano de dar ritmo a alguns jogadores e poupar outros, se viu diante de mais uma apresentação ruim do Flamengo que não conseguiu consertar ontem, diante de um Fluminense alternativo. No discurso, assumiu a responsabilidade por exigir o mesmo padrão de jogo mesmo com algumas peças trocadas.

— A responsabilidade disso é minha. Peço para que tentem a posse de bola construindo o jogo — afirmou, referindo-se ao novo erro de Rafael Vaz na saída de bola.

Outro que foi absolvido pelo treinador foi Diego. O meia não jogou pela seleção brasileira e foi considerado sem o ritmo ideal na volta.

— O Diego gosta de jogar e precisa jogar. Foi para a Seleção, não jogou, e o treinamento acaba representando parte do jogo, mas não 100% — justificou Zé Ricardo, salientando a participação do jogador no gol de empate.

Com todo o elenco à disposição, o Flamengo se reapresenta amanhã e terá a semana cheia para corrigir as falhas e recuperar o entrosamento. Para a semifinal da Taça Rio contra o Vasco, no domingo, a volta de Guerrero é certa. Atletas como Réver, Rômulo, Mancuello e Everton também devem voltar ao time. Em prol de ritmo de jogo de mais atletas, o Flamengo acabou perdendo o conjunto que esboçou no começo da temporada. O problema é que faltam nove dias para a partida contra o Atlético-PR, pela Libertadores. Para não pesar o clima, Zé Ricardo virou a página e ensaiou discurso positivista depois de uma apresentação ruim que terminou sem derrota.

—Quando a gente não faz uma partida boa e, mesmo com um jogador a menos, consegue o empate, o saldo é positivo — resumiu. Com só jogo decisivo pela frente, jogadores, técnico e direção não podem mais errar.

Fonte: Com informações do Extra
logomarca do portal meionorte..com