Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Justiça Suspende Nomeação ou Posse de "Aprovados" em concurso de Paraibano

Justiça Suspende Nomeação ou Posse de "Aprovados" em concurso de Paraibano
Justiça suspende concurso através de liminar | Divulgação
Compartilhe
Google Whatsapp

O Exmo Sr. Juiz de Direito Dr. Carlos Eduardo Mont"Alverne, acatou o pedido de liminar, movido através da Ação Popular nº 268-92.2014.8.10.0104 em face da Prefeitura Municipal de Paraibano-MA e o Instituto Machado de Assis, suspendendo assim a execução de todos os atos administrativos de nomeação e posse dos candidatos aprovados no Concurso Público Municipal, realizado no mês de janeiro 2014, edital 001/2013, sob pena de multa diária no valor de R$ 2.000,00 (dois mil reais).

A gestora municipal ainda terá o prazo de 15 dias para encaminhar a documentação relacionada ao contrato de prestação de serviço e a lei autorizadora do certame, tendo ainda o mesmo prazo para apresentar contestação.

Processo nº 268-92.2014.8.10.0104

Ação Popular c/c Pedido de Antecipação de Tutela

REQUERENTE : RICARDO BRUNO BECKMAN SOARES DA CRUZ REQUERIDOS : Município de Paraibano/Ma, MARIA APARECIDA QUEIROZ FURTADO, e E. F. Pesquisas e Projetos - ME (Instituto Machado de Assis)

DECISÃO.

Decido. (...) Ante o exposto, DEFIRO o pedido de antecipação dos efeitos da tutela pleiteada pela autora e determino que o Município de Paraibano-MA e o seu gestor público, a Sra. MARIA APARECIDA QUEIROZ FURTADO SUSPENDAM todos os atos relacionados ao concurso público regido pelo Edital nº 001/2013, datado de 15/12/2013, oriundo da Prefeitura Municipal de Paraibano/MA, inclusive de qualquer nomeação ou posse dos candidatos constantes na lista de aprovados, até ulterior deliberação deste Juízo, sob pena de sob pena de multa diária no valor de R$ 2.000,00 (dois mil reais) e de incorrer em crime de desobediência, em caso de descumprimento da decisão. Citem-se os demandados para apresentarem contestação, caso queiram, no prazo comum de vinte dias, nos termos do art. 7º, inciso IV, da Lei 4.717/65. Nos termos do art. 7º, I, "b" da Lei 4717/65, determino que os demandados, no prazo de 15 (quinze) dias, a contar da citação, encaminhem a este juízo a documentação relacionada ao contrato de prestação de serviço impugnado, especialmente a lei autorizadora do certame, o processo licitatório, o comprovante de publicação dos atos licitatórios na imprensa oficial e particular (se houver), instrumento contratual, relação de inscritos e valores arrecadados com a respectiva inscrição. Intime-se o Ilustre Representante do Ministério Público oficiante nesta Comarca, por vista dos autos. Oportunamente , voltem-me os autos conclusos imediatamente. Intimem-se. Cumpra-se. Expeça-se mandado de citação, constando no mesmo que o oficial de justiça poderá proceder na forma do art.172, § 2º do CPC. Expedientes necessários. Paraibano/MA, 08 de abril de 2014. Carlos Eduardo de Arruda Mont"Alverne Juiz de Direito Titular da Comarca de Paraibano (MA).


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto