"A maioria dos gays vota em mim", afirma o deputado Jair Bolsonaro

Ele fez a afirmação em entrevista para Mariana Godoy

O deputado Jair Bolsonaro, em entrevista, concedida para jornalista Mariana Godoy, afirmou que se excedeu quando disse que gays deveriam apanhar do pais em casa e ainda garantiu que tem a simpatia do público gay.

O deputado falou que quando estava na luta contra a implantação do "Kit Gay" nas escolas chegou a se exceder. Ao ser perguntado se ele realmente falou que gays tinham que apanhar dos pais em casa, Bolsonaro disse que se extrapolou, se excedeu.

"Naquela briga contra o tal do kit gay teve muita bala perdida da minha parte e eu cheguei a falar isso sim, em um programa de televisão, extrapolei, tudo bem aconteceu, taí, não tem como voltar atrás nessa questão, se pudesse voltar, voltaria", disse ressaltando que não falaria isso e afirma que tem a simpatia da maioria dos gays.

"A maioria dos gays são simpáticos a mim e digo mais, votam em mim", afirmou o deputado.

Em outro momento, Bolsonaro faz críticas a "cura gay".

"A questão cura gay é uma mentira, é uma maneira do Conselho Federal de Psicologia simplesmente interferir no trabalho do psicólogo", disse.


Fonte: Uol
logomarca do portal meionorte..com