Acusada de matar o próprio filho havia sido afastada da criança

Menino de dois anos morreu após ser estrangulado em Alto Longá.

Uma mulher identificada apenas como Joana D'arc foi presa após estrangular o próprio filho, uma criança de apenas dois anos, no povoado Santa Rita, zona rural do município de Alto Longá, localizado na região da Grande Teresina, na sexta-feira, dia 17. A acusada, segundo o Conselho Tutelar, havia sido afastada de conviver com o filho devido problemas em casa.

De acordo com Isabel Cristina Fontelene, presidente do Conselho Tutelar da cidade, a motivação do crime seria a separação dos pais da criança, já que a acusada estava inconformada com o término da relação. Segundo ela, Joana foi afastada de conviver com o filho após tentar tirar a vida do marido e apresentar riscos para a criança. 

"Nós fomos procurados pelo pai que relatou essa situação e partir disso procuramos analisar e a criança foi levada para casa de um outro família", afirmou.

O delegado Paulo Pires explica de que forma  o caso chegou ao conhecimento da polícia. “O Hospital Municipal aqui da cidade de Alto Longá nos comunicou que havia uma criança morta, vítima de estrangulamento. Nós, a partir dessas informações, diligenciamos na localidade e conseguimos prender ela que foi encaminhada para Central de Flagrantes da capital”, disse. 

Fonte: Portal Meio Norte
logomarca do portal meionorte..com