mais
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Advogada reclama do atendimento na sede da Justiça Federal no PI

Advogada Noélia Sampaio relata que há falta de segurança na área externa

Com a pandemia, quem depende de alguns serviços prestados nas dependências do edifício-sede da Justiça Federal no Piauí, na Avenida Miguel Rosa, zona Sul de Teresina, precisa esperar sua vez do lado de fora do prédio. Essa medida tem incomodado a população devido à demora para a liberação da entrada e falta de segurança do local destinado à espera.

Cabe ressaltar que a Justiça Federal decidiu suspender os atendimentos presenciais no Piauí até o dia 30 de abril na sede e nas subseções judiciárias vinculadas. Porém, os espaços onde funcionam a agência da Caixa Econômica Federal, Ordem dos Advogados (OAB-PI) e alguns serviços excepcionais do TRJ1 operam em trabalho presencial, com algumas restrições.

População se sente insegura fora do prédio (Foto: Noélia Sampaio)População se sente insegura fora do prédio (Foto: Noélia Sampaio)

Nesta sexta-feira (30), a advogada Noélia Sampaio foi até a Justiça Federal após agendar um serviço presencial. Chegando no horário marcado, às 9h20, na 7ª Vara, recebeu uma senha e foi instruída para aguardar na calçada, fora do edifício. A situação preocupou a advogada.

"Você fica fora do prédio, no sol e correndo risco de assalto esperando para entrar. Disponibilizaram balcão virtual, que não funciona 100%. Eu tinha agendado pra 9h20, cheguei e não pude entrar. O atendimento dispensado à advocacia pela Justiça neste período de pandemia tem sido caótico, principalmente no Tribunal de Justiça do Piauí, fórum cível, e Justiça Federal", relata. De acordo com Sampaio, mesmo com as medidas implantadas para o prosseguimento dos serviços na pademia, como a disponibilização de plataformas virtuais, as dificuldades persistem.

O fato foi comunicado à Ordem dos Advogados do Brasil no Piauí (OAB/PI) para tomada de providências, tendo em vista que o acesso da advocacia deve ser livre nos tribunais, pois trata-se de um agendamento disponibilizado pelo sistema da Justiça. 

"A impressão que se tem, é que nada está funcionando plenamente. No balcão virtual, você passa muito tempo aguardando, chegando a passar de 40 minutos. No fórum cível, a maioria dos telefones que estão disponíveis no site não atendem e o balcão virtual não funciona em todas as varas".

O Jornal Meio Norte entrou em contato com a assessoria da Justiça Federal no Piauí. O órgão afirma que os serviços presenciais seguem suspensos e informou que a maioria da população que espera do lado de fora do edifício busca os serviços da Caixa Econômica Federal, que fica no térreo. Quanto à situação dos advogados, o orgão declara que são casos excepcionais, como entrega de alvarás. 


Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail