Amiga de mulher que morreu ao fazer topless em carro é presa

Ela foi autuada por embriaguez ao volante.

A amiga da russa que morreu no momento em que fazia topless na janela de um carro foi presa acusada de embriaguez ao volante. A tragédia aconteceu em uma estrada de Punta Cana, na República Dominicana.

Ivana Boirachuk, de 32 anos, estava dirigindo o carro no momento em que filmava Natalia Borodina, de 35 anos, colocando seu corpo para fora do veículo que se encontrava em alta velocidade na estrada.

De acordo com informações do site Daily Mirror, a polícia investiu que marcas do pneu mostram que o carro estava andando bem próximo a calçada no momento do acidente. Por isso, Natalia acabou batendo a cabeça na placa de sinalização no momento em que fazia poses pela janela com seios à mostra.

Amigos de Natalia, que deixou um filho de 11 anos, descreveram a mulher como uma "filha carinhosa e uma boa mãe" e ainda afirmaram que ela não merece ser julgada pelo seu comportamento em um vídeo.

"Ninguém mais trabalhava, apenas Natalia. Ela queria dar conta de tudo e tinha esperanças em um futuro melhor. Qualquer um pode cometer um erro, então por que julgar alguém por apenas um vídeo? Por acaso somos todos santos?", defendeu uma amiga.

Mulher bateu em placa de sinalização (Crédito: Reprodução)
Mulher bateu em placa de sinalização (Crédito: Reprodução)
Família está abalada com morte precoce (Crédito: Reprodução)
Família está abalada com morte precoce (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do UOL
logomarca do portal meionorte..com