Aplicativo vai reduzir filas de espera nos postos do Sine-PI

O app também conta com informações sobre cursos de qualificação

O aplicativo Atende Sine, desenvolvido pelo Governo do Piauí por meio de parceria entre a Agência de Tecnologia da Informação – ATI, SETRE e SINE-PI, vai reduzir as filas nos postos do SINE tanto na capital como no interior do estado com a facilidade de agendamento online para emissão da carteira de trabalho e agendamento do seguro-desemprego, entre outros serviços.

Em sua fala durante o lançamento da ferramenta no Salão Azul do Palácio de Karnak, o governador Wellington Dias comentou que o grande desafio do Brasil e do mundo é o emprego. “Então esse aplicativo traz solução para muitas coisas, pois você consegue literalmente conectar quem precisa [de emprego] com quem tem a vaga, o empregador, portanto é um instrumento ágil que a ATI está apresentando”, disse.

Image title

O diretor-geral da Agência de Tecnologia, órgão responsável pelo desenvolvimento do ‘app’ (abreviação para aplicativo), pediu que a população ajudasse a divulgar a novidade. “O empregador também é beneficiado com o aplicativo, podendo cadastrar as vagas de trabalho disponíveis diretamente através do celular, adicionando cargo e quantidades de vagas que vai precisar e ainda informar se o emprego oferece alguma vantagem como ticket de alimentação, transporte, assistência médica, outros”, explicou.

Gessivaldo Isaías, secretário Estadual do Trabalho e Empreendedorismo afirmou durante a solenidade que o Piauí dá o pontapé inicial no país lançando o Atende Sine. “Quero falar da gratidão que temos pela equipe técnica da ATI, que foi quem ajudou a desenvolver o aplicativo e pedir para que a população aproveite, pois agora não precisa mais sair de casa, basta baixar o Atende Sine que poderá tirar sua carta de emprego”, comentou.

Serviços

O aplicativo Atende Sine também conta informações sobre cursos de qualificação profissional, localização via GPS dos postos do SINE em Teresina e no interior do estado e também redireciona o usuário ao site do Ministério do Trabalho, onde é possível emitir carta de encaminhamento.

“Gostaria de destacar que em momento de grandes desafios na área fiscal e financeira, a tecnologia pode contribuir sensivelmente com soluções simples como essa, mas com grande valor para as pessoas que precisam utilizar o serviço público”, finalizou o diretor da ATI Avelyno Medeiros.

Fonte: Com informações do Portal do Governo