Após fotos na web, dono acha câmera perdida: “Atitude exemplar”

O verdadeiro proprietário, no entanto, ainda não está com a máquina

O mistério chegou ao fim. O engenheiro Luciano Rondon, 34 anos, é o dono da câmera fotográfica que estava perdida há quase um ano e foi encontrada por um morador de Guarujá, no litoral de São Paulo, em uma praia da cidade. Após repercussão na web,  diversas pessoas entraram em contato com a mulher que havia divulgado na internet as fotos salvas no cartão de memória da câmera. O verdadeiro proprietário, no entanto, ainda não está com o equipamento. Ele mora em São Paulo e só deve pegar a "câmera da sorte" na próxima semana.

Segundo Luisa Paiva, filha do homem que achou o objeto em meio às pedras na Praia de Iporanga durante uma caminhada no dia 9 de janeiro, o grande alcance ajudou a localizar o dono até então desconhecido.

"Algumas horas depois da repercussão já havia recebido um monte de email e o dono apareceu", revela Luisa, que também havia feito uma postagem no Facebook com um e-mail para que possível dono ou conhecido dele entrasse em contato.

Para Rondon, a atitude da família de Luisa em tentar encontrá-lo foi exemplar. "Isso é uma grande forma de mostrar que existem pessoas boas e exemplares. As fotos eu não tinha como recuperar. Não dava para voltar naquele momento e tirar de novo. E eu não perdi esses momentos que continuam ali gravados", comemora o engenheiro, que disse ter sido acordado com várias mensagens de amigos dizendo que ele estava "famoso".

O engenheiro conta também que morou em Brasília durante muito tempo e, por isso, conhece muitas pessoas, o que pode ter facilitado 'as buscas'. Atualmente, ele está em São Paulo e, ao saber que tinha virado notícia, entrou em contato com Luisa para saber do equipamento e como resgatá-lo. "Já combinamos. Devo ir para o litoral na próxima semana e vou pegar com o pai dela", falou.


Fonte: Com informações do G1
logomarca do portal meionorte..com