Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Após lançar versão em mandarim site é bloqueado na China

Após lançar versão em mandarim site é bloqueado na China

Compartilhe

O site de v?deos YouTube foi bloqueado hoje em Pequim, em Xangai e em outras cidades chinesas. Internautas do pa?s acham que foi censurado, coincidindo com o lan?amento de uma nova vers?o em mandarim do famoso portal.

O bloqueio tamb?m coincide com a realiza??o esta semana do 17? Congresso do Partido Comunista da China (PCCh), em dias nos quais o acesso geral a muitas p?ginas da Internet foi dificultado. Em f?runs da Internet como o Danwei.org, que costuma falar do bloqueio e desbloqueio de sites na China, houve informa?es do problema de acesso ao YouTube por volta da meia-noite, e continua sendo imposs?vel entrar na p?gina.

"Suspeito que a raz?o do bloqueio ? o lan?amento de uma vers?o em chin?s", disse atrav?s de um f?rum da Internet um empres?rio residente na China e respons?vel pelo portal de v?deos Tudou.com, principal rival do YouTube no mercado chin?s. "? um exemplo t?pico dos erros que as companhias estrangeiras cometem quando tentam fazer neg?cios na China", acrescentou.

Em Hong Kong - onde n?o se aplicam as mesmas regras de censura e controle da informa??o que no resto da China -, continua havendo hoje acesso tanto ao site internacional do YouTube quanto da nova vers?o em chin?s (hk.youtube.com).

A China ? o segundo pa?s do mundo em n?mero de internautas, com mais de 170 milh?es de usu?rios, e aumentam a cada dia os protestos destes contra o controle que Pequim quer exercer sobre a rede.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar