Audiência defende ponto eletrônico para acabar filas de consultas

A implantação do ponto é para evitar reclamação dos usuários

A implantação de pontos eletrônicos para todos os profissionais de saúde do município de Teresina foi a solução encontrada pelo presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Sílvio Mendes, para evitar reclamação de usuários no que diz respeito a marcação de consultas e exames. A informação é da vereadora Graça Amorim, que se pronunciou hoje (30) sobre encaminhamentos propostos em audiência pública realizada na segunda-feira (27).

Segundo a vereadora, os usuários presentes na audiência e presidentes de associações comunitárias relataram a existência de filas no atendimento em postos de saúde e nos hospitais, mas,segundo eles, a maior causa da falta de atendimento é a ausência dos médicos. O presidente Sílvio Mendes já havia constatado através de diagnóstico que as ausências dos profissionais eram realmente um grande motivador das reclamações.

"Tem filas nos postos de gente que chega no dia anterior e no momento da consulta o médico não estava lá. .A quantidade de médicos em Teresina maior que a soma dos médicos do 223 municípios do Estado do Piauí, então não justifica a existência de filas. Essa conta não está batendo", argumenta  a vereadora.

Vereadora Graça Amorim
Vereadora Graça Amorim


Graça lembrou que o Estado implantou ponto eletrônico e o atendimento melhorou. "Desde julho, os servidores estaduais estão sendo pontuais para não terem desconto no salário, já que o ponto é ligado diretamente à folha de pagamento. A Fundação vai seguir o exemplo, já que é dever do município oferecer serviços de qualidade aos usuários. Os profissionais têm que trabalhar para o serviço público com o mesmo empenho que dedicam ao particular".

Quanto aos exames, a vereadora destaca que segundo os dados apresentados na audiência pública, o laboratório Raul Bacelar tem a capacidade de realizar diagnósticos acima da demanda exigida pelo município de Teresina. "Tanto é que está conveniando com o estado para que exames de outros municípios possam ser feitos aqui. Assim, Dr. Sílvio entendeu que o problema é de gestão e de humanização no atendimento, por isso a implantação de ponto eletrônico", frisa Graça Amorim.


Fonte: Portal MN
logomarca do portal meionorte..com