Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Barrado em porta giratória, homem diz ter ficado só de cueca para entrar em banco

A cena aconteceu por volta das 10h quando, depois de algumas tentativas frustradas

Barrado em porta giratória, homem diz ter ficado só de cueca para entrar em banco
Homem tirou roupa para entrar em banco | G1
Compartilhe

O funcionário público Robson Ribeiro, de 43 anos, afirma ter passado por uma situação constrangedora na manhã de terça-feira (14) em uma agência da Caixa Econômica Federal em Campinas, a 93 km de São Paulo. Após ter sido barrado pela porta giratória, ele conta ter tirado parte da roupa para entrar no banco.

A cena aconteceu por volta das 10h quando, depois de algumas tentativas frustradas, ele não conseguiu passar pelo detector de metais da agência. ?Fui tirando tudo. Até que perguntei para o segurança se eu teria que tirar a roupa para mostrar que eu não escondia nada?, contou. ?Fiquei só de cueca?, disse.

Em nota, a Caixa Econômica Federal afirmou que ?o cliente foi atendido imediatamente por um gerente após a realização dos procedimentos de segurança e o mesmo teve acesso ao banco e realizou o serviço desejado". O texto ainda afirma que "em ocasiões onde o travamento da porta provoca qualquer dúvida ou desconforto para o cliente, a gerência da agência atua no esclarecimento da situação e no pronto atendimento?.

Robson confirma que contou com a ajuda de um dos gerentes do banco. Entretanto, uma vez dentro da agência, ele disse ter se sentido constrangido. ?As pessoas me olhavam na fila e me identificavam como o homem que ficou de cueca.?

O cliente, que trabalha no Fórum Estadual de Campinas, analisa a possibilidade de processar o banco e disse que registrou um boletim de ocorrência no 1º DP de Campinas. ?Três pessoas se ofereceram para testemunhar a meu favor.?

Em 2009, ao menos dois problemas com portas giratórias de bancos foram registrados em São Paulo. Em março, o motoboy José Valentim e a doméstica Doralice Muniz Barreto tiraram peças de roupas para conseguir entrar em agências bancárias de Jundiaí, no interior de estado.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar