Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Barragem é rompida, pontes caem e famílias estão desabrigadas em Teresina

Chuvas criam caos no Piauí: Barragem rompida, pontes caem e famílias desabrigadas em Teresina

Barragem é rompida, pontes caem e famílias estão desabrigadas em Teresina
Chuvas criam caos no Piauí: Barragem rompida, pontes caem e famílias desabrigadas em Teresina | Helvio Meneses
Compartilhe

As chuvas ca?das em todo o Piau? est?o criando um caos no Estado. De anteontem para ontem uma barragem rompeu, duas pontes ca?ram, cinco estradas na regi?o dos Cerrados foram cortadas e em Teresina 25 fam?lias ficaram desabrigadas na Vila Mocambinho e na Vila Lagoinha, nas margens do rio Poti.

O aumento das chuvas causou o rompimento de barragem em Castelo do Piau?, regi?o norte do Estado. O governador Wellington Dias disse que a barragem que rompeu ? pr?xima a fazenda Abelheiras na estrada de acesso ? Teresina. ?Agora n?s temos que estar recuperando", declarou Wellington Dias.

Na regi?o Sul, principalmente nos munic?pios de Bom Jesus e Uru?u?, as estradas federais e estaduais est?o cortadas e obstru?das deixando caminh?es com soja e milho parados por at? dois dias para que trechos da estrada sejam recuperados ou puxados por tratores.

Em Corrente, a estrada de acesso ? cidade est? parcialmente interrompido por causa da exist?ncia de uma cratera na rodovia.

Em Teresina, as ?guas avan?am nas lagoas da zona norte amea?ando as casas. O volume das ?guas dos rios Poti e Parna?ba aumentam em grande velocidade.

Em S?o Jo?o da Serra ca?ram duas pontes que ligam o munic?pios ?s cidades de Alto Long? e Castelo do Piau?.

Wellington Dias afirmou que o aumento das chuvas nesse per?odo ? em consequencia das altera?es clim?ticas j? que na regi?o chovia de setembro a outubro e agora ocorrem de janeiro a abril. Nesta regi?o ao inv?s de come?ar a chover em setembro est? come?ando em outubro e novembro, igual ? regi?o norte. E a calha do rio ? pequena para suportar as duas temporadas de chuva.

?As chuvas que iam at? fevereiro, agora v?o at? mar?o ou abril.

Consequ?ncia disso: a clara do rio tem que suportar em dois meses o que era antes distrubu?do em quatro meses?, declarou Dias.

A Chesf (Companhia Hidro-El?trica do S?o Francisco) usou um helic?ptero para t?cnicos monitorarem os rios Balsas, Uru?u? Preto, Piau? e Canind?, Barragem de Boa Esperan?a para fazer o controle da vaz?o do rio Parna?ba.

O chefe do Gabinete Militar da Prefeitura de Teresina, major John Feitosa, disse que ontem tr?s fam?lias da Vila Mocambinho, na zona Norte de Teresina, porque as casas prec?rias n?o suportaram as ?guas das chuvas. Ele declarou que os desabrigados foram atendidas pelo Programa Fam?lia Acolhedora.

O major John Feitosa afirmou que algumas fam?lias da Vila Alagoinha, perto da extens?o do prolongamento da Avenida Marechal Castelo Branco, ter?o de sair de suas casas por causa do aumento das ?guas do rio Poti. Anteontem, ocorreu uma chuva de 81 mil?metros na cidade do Cear? onde nasce o rio Poti aumentando a vaz?o de 1,726 mil metros c?bicos por segundo para R$ 1,802 mil metros por segundo.

?A situa??o est? sob controle?, declarou John Feitosa.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar