Bebê baleado na barriga da mãe no Rio, está paraplégico

Claudinéia dos Santos Melo estava grávida de nove meses

O bebê de Claudinéia dos Santos Melo, que estava grávida de nove meses e foi atingida por uma bala perdida no fim da tarde de sexta-feira (30), em Duque de Caxias, ficou paraplégico. A criança veio ao mundo numa cesariana de emergência e permanece internada no CTI.


"Esta criança tem uma lesão nas vértebras torácicas T3 e T4. Está com uma paraplegia de membros inferiores. E também nós estamos resguardando este prognóstico nas primeiras horas, na primeira semana, no primeiro mês, tudo pode acontecer", disse o secretario de saúde de Duque de Caxias, José Carlos Oliveira, que é médico ginecologista e está acompanhando o caso.

Claudinéia estava na Favela do Lixão, no Centro de Caxias, e foi levada para o hospital Moacyr do Carmo. Os médicos fizeram uma cesariana de emergência e, durante a cirurgia, descobriram que o bebê também estava ferido.

O tiro atravessou o quadril da mãe e atingiu a criança - perfurou os pulmões e provocou uma lesão na coluna. O bebê passou por duas cirurgias e, depois, foi transferido pro hospital Adão Pereira Nunes. O secretario de saúde de Duque de Caxias, que é médico ginecologista, acompanhou.

'Quadro de saúde é gravíssimo'

José Carlos Oliveira, que está acompanhando o atendimento de Claudinéia, falou sobre o atendimento a mãe e bebê.

“O quadro de saúde da mãe é grave. Ela está no CTI e está sendo acompanhada pela equipe do Hospital Moacyr do Carmo e está sendo assistida. A criança foi transferida para o Hospital Adão Pereira Nunes onde, por volta de 3h, 4h foi trocado o dreno do tórax. O quadro do bebê é gravíssimo”, explicou o secretário.

O marido de Claudinéia e pai do bebê, Clebson Cosme da Silva, contou que conseguiu falar com a mulher dele. Ela está consciente, apesar de continuar internada no CTI. Ele também falou do filho, Arthur.


Fonte: G1