Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Bilionário cumpre promessa e doa US$ 34 mi para dívidas de estudantes

Robert F. Smith é o afrodescendente mais rico dos Estados Unidos. Em maio ele havia prometido pagar os débitos de toda a turma de 2019 do Morehouse College, em Atlanta.

Compartilhe
Google Whatsapp

Robert Smith é um bilionário americano que cumpriu a sua promessa, feita em maio, de pagar as dívidas estudantis de toda a turma de formandos de 2019 de uma universidade historicamente frequentada por alunos negros, doando US$ 34 milhões (R$ 141 milhões) para a entidade, informa a rede CNN. As informações são do G1.

O presidente do Morehouse College, David A. Thomas, disse que o dinheiro dado por Smith irá para um programa que aceitará mais doações para ajudar outros estudantes. A doação do bilionário ajudará mais de 400 jovens.

O empresário Robert F. Smith anunciou em maio que iria pagar as dívidas dos alunos da universidade de Atlanta, nos sul dos EUA.

Reprodução/Twitter

Ele é o negro mais rico dos Estados Unidos. Com fortuna estimada em US$ 5 bilhões (R$ 20,7 bilhões) pela “Forbes”. A apresentadora Oprah Winfrey, que frequentemente é citada como a pessoa negra mais rica do país, tem cerca de metade dessa soma, também de acordo com a “Forbes”.

Smith criou, em 2000, um fundo de investimento chamado Vista Equity Partners, que só faz aportes em empresas de softwares.

Bilionário tem origem de classe média

A “Forbes” tem um ranking de autoconstrução de fortuna. Se o bilionário herdou tudo que tem, sua pontuação é baixa. Se ele nasceu pobre e enfrentou dificuldades para se tornar rico, ele tem muitos pontos. Smith recebeu uma nota 8, de 10, nessa categoria. O bilionário veio de uma família de classe média, mas não enfrentou obstáculos grandes para juntar seu dinheiro.

Ele cresceu em um bairro negro de classe média da cidade de Denver, no estado do Colorado. Seu pai e sua mãe têm doutorado em educação, segundo o "New York Times".

Steve Schaefer/AP

A doação que o bilionário fez aos alunos da Universidade de Morehouse, em Atlanta não foi a primeira: ele já havia feito uma de US$ 50 milhões (cerca de R$ 207 milhões) à Universidade de Cornell, onde ele se formou em engenharia. Durante seus estudos, ele foi estagiário na Bell Labs –conseguiu a vaga depois de procurar a empresa todas as semanas durante cinco meses.

De acordo com o "New York Times", Smith tem um lado excêntrico: gosta de usar ternos de três peças, é dono de um piano que foi de Elton John, se casou na Costa Amalfitana, na Itália, com uma ex-modelo da "Playboy" e deu aos seus filhos nomes de cantores, Hendrix (em homenagem a Jimi Hendrix) e Legend (em uma menção a John Legend).


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto

×