Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Brasil e Argentina lançam foguete neste domingo

Brasil e Argentina lançam foguete neste domingo

Compartilhe

Brasil e Argentina lan?aram neste domingo (16) "com sucesso" um foguete com experimentos cient?ficos, na primeira miss?o espacial conjunta entre os dois pa?ses, informou a Ag?ncia Espacial Brasileira.

A decolagem foi realizada ?s 6h15 (7h15 de Bras?lia), do Centro de Lan?amento da Barreira do Inferno, em Parnamirim, no Rio Grande do Norte.

Ele levou uma carga-?til tecnol?gica argentina e um GPS (sistema de posicionamento global) experimental da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

A dura??o do v?o foi de 9 minutos e 25 segundos at? o impacto no mar, a 122 Km de dist?ncia do centro de lan?amento. Segundo informa?es oficiais, o trajeto foi considerado perfeito, e o foguete atingiu 121 Km de altitude.

O rastreio e a transmiss?o de dados tamb?m funcionaram "completamente". A carga-?til do foguete foi localizada e recuperada, retornando ao centro ?s 8h30.

O m?dulo ser? encaminhado para Buenos Aires, onde ser? analisado. J? o experimento brasileiro, selecionado pelo Programa Uniespa?o da Ag?ncia Espacial Brasileira (AEB), ser? estudado na UFRN, e os resultados ser?o aplicados em um GPS com software especial para ve?culos de alta velocidade como foguetes e sat?lites.

A Opera??o Angicos ? resultado de um acordo entre Brasil e Argentina, tendo mais de cem t?cnicos envolvidos no projeto. A Marinha tamb?m participou, com o navio patrulheiro Gua?ba, como meio alternativo para a localiza??o e resgate da carga-?til.

O lan?amento do foguete j? havia sido adiado quatro vezes anteriormente, a ?ltima delas no s?bado, por causa do vento na hora do lan?amento. Antes, houve um problema t?cnico com a carga-?til do foguete.

Esfor?os Conjuntos

Para o coordenador brasileiro do projeto, o coronel Luiz Fernando de Azevedo, da FAB, os argentinos s?o os maiores beneficiados nessa primeira miss?o conjunta, mas o Brasil tem muito a lucrar com essa parceria. ?N?o apenas vamos embarcar um experimento brasileiro e fazer testes nossos, como vamos lan?ar mais um foguete. Isso ? essencial para manter nossa tecnologia e as equipes treinadas?, explicou ele ao G1.

Para o encarregado do governo argentino, Roberto Yasielski, Brasil e Argentina t?m muito proveito a tirar do trabalho conjunto. ?? muito bom para os dois, porque estamos unindo esfor?os e recursos de dois pa?ses emergentes.?, disse ele.

Yasielski afirmou estar sendo ?mais do que muito bem tratado no Brasil". ?Estamos trabalhando como amigos. Os ventos prometem muitos benef?cios para o futuro?, disse ele.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar