Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Casal homoafetivo oficializa união civil no Tribunal de Justiça

Dos 58 casais, apenas 1 é homoafetivo

Casal homoafetivo oficializa união civil no Tribunal de Justiça
casamento | Reprodução

Cinquenta e oito casais disseram sim ao amor e oficializaram a união civil na segunda-feira (24). O casamento coletivo foi promovido por meio parceria entre o Grupo Matizes e Corregedoria do Tribunal de Justiça do Estado.

A iniciativa é um dos pontos altos da programação da 11ª Semana do Orgulho de Ser, que iniciou na sexta-feira (21) e nesta edição tem como tema “Os Arranjos Familiares na Contemporaneidade: Quem Ama Cuida”.

Dos 58 casais, apenas 1 é homoafetivo. O professor da Universidade Federal do Piauí (Ufpi), Solimar Oliveira, aproveitou a oportunidade e casou com o seu companheiro. Para ele, o casamento veio em um momento certo. “Uma decisão importante que tomamos com maturidade”, conta Solimar.

Do ponto de vista social, Solimar Oliveira considera que o casamento igualitário é um ato não só de reafirmação de identidade, mas de direitos conquistados. O professor destaca que é preciso naturalizar esse acontecimento na sociedade.

Image title

Dados do Grupo Matizes apontam que de maio de 2013 para 2015, 45 casais gays oficializaram a união perante a justiça. “Por receio de se expor, muitos evitam a oficialização.

Temos que mostrar que a união homoafetiva é algo natural, como qualquer união”, disse Solimar Olveira A primeira solenidade de casamento coletivo promovida pelo Grupo Matizes e o Tribunal de Justiça do Piauí foi realizada em 2013. A coordenadora da entidade, Marinalva Santana, relembra que na época, a atividade foi restrita apenas para casais homoafetivos.

“Este ano, a solenidade abrangeu tanto casais héteros como gays. A intenção é mostrar os diferentes arranjos familiares para a sociedade entenda que todos são válidos.

A sociedade precisa amadurecer e entender que casamento é casamento independente se for entre pessoas do mesmo sexo”, coloca Marinalva Santana.

A programação da 11ª Semana do Orgulho de Ser segue até o dia 30 de agosto, com a Parada da Diversidade e show da cantora Vanessa da Mata. Hoje (25) o tema “Parentalidade divergente: a concepção por casais homoafetivos” será discutido no auditório em uma faculdade de Teresina.

Image title



Tópicos

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push
<