Chape: Jogador maranhense não viaja e evita ser vítima de tragédia

Atacante Lourency, de Imperatriz, não foi relacionado e não viajou.

O atacante Lourency, de apenas 20 anos, não foi relacionado para participar da Copa Sul-Americana e por conta disso não viajou com a delegação da Chapecoense, da qual pertence. A equipe morreu na queda da aeronave que transportava jogadores e comissão técnica do time, além de jornalistas e convidados, na madrugada desta terça-feira (29).

O atacante, nascido em Imperatriz, no Maranhão, começou a se destacar no futebol de base ainda no ano de 2011. Jogando pelo JV Lideral, disputou a Copa São Paulo de Futebol Júnior, em 2013, em São Bernardo do Campo. Era início de uma projeção para o futebol nacional. No ano seguinte, ainda defendendo as cores do tricolor JV Lideral , voltou a disputar a copinha no interior de São Paulo, onde foi avaliado e selecionado para compor a categoria de base da Chapecoense.

Atacante Lourency
Atacante Lourency

O treinador Jairo Nascimento, que é amigo e parceiro de Lourency, lamentou a tragédia envolvendo o time de Santa Catarina e ao mesmo tempo aproveitou para falar do susto que passou, já que o atacante Lourency não embarcou. "Ele [Lourency] não foi relacionado para participar dessa final. Ele e um dos nosos jogadores ficou para participar de outra partida", disse. 

Por telefone, Lourency falou sobre a relação com o jogador Ananias Eloi Castro Monteiro, natural de São Luís, de 27 anos, que morreu na queda do avião.

"A gente não era só companheiro de trabalho, então isso está gerando uma dor muito grande, não só dos jogadores, quanto da torcida inteira. É...o time leva o nome da cidade que está em luto. Então, o sentimento é de tristeza", contou. 

Atacante Lourency
Atacante Lourency




Fonte: Portal Meio Norte
logomarca do portal meionorte..com