Condenado por abusar de criança, homem trabalha como Papai Noel

Ele foi contratado para receber crianças e familiares

Condenado por abusar sexualmente de uma criança, o americano de 37 anos Leonard Russel Kidd foi contratado para trabalhar como Papai Noel por um petshop em Wyntheville, uma pequena cidade no estado de Virginia, nos Estados Unidos. Segundo empregados da companhia, ele foi contratado para receber crianças e familiares que fossem a loja e quisessem posar para as fotos.

O homem seria proibido de participar de qualquer eventos que tivesse a participação de crianças, a não ser que lhe fosse concedido uma licença especial. Contudo, o oficial de justiça responsável por Kidd não fazia ideia de que ele estava trabalhando com crianças.

Leonard Russel Kidd foi considerado culpado em 2002 por abusar sexualmente de um menino de seis anos e de agredir um policial. Acredita-se ainda que o homem esteja envolvido no abuso de outras duas crianças. Leonard permaneceu preso até 2015, quando teve liberdade condicional.


Image title

Fonte: Com informações da UOL