Contas de energia ficarão mais baratas em setembro

A bandeira tarifária do mês será amarela

A conta de luz de todos os brasileiros ficará barata em setembro. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou nesta sexta-feira (25) que a bandeira tarifária que será aplicada nas tarifas de energia no próximo mês será amarela, ou seja, com cobrança extra de R$ 2 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos.

Em agosto, a bandeira era vermelha, com cobrança adicional de R$ 3 a cada 100 quilowatts-hora (kWh). Por isso, deve haver redução nas contas de luz.

Com mais chuvas registradas nos últimos dias no Sul e Sudeste, além de aumento na geração de energia eólica no Nordeste, ficou mais barato produzir eletricidade, na comparação com este mês, explicou a Aneel. A bandeira amarela é acionada quando é preciso acionar formas mais caras geração, para compensar níveis mais baixos de chuva e nos reservatórios das hidrelétricas.

A bandeira tarifária do mês será amarela (Crédito: Reprodução)
A bandeira tarifária do mês será amarela (Crédito: Reprodução)

Os reservatórios usados para a geração de energia continuam com níveis baixos de água. A situação mais preocupante é no Nordeste. Na região, os reservatórios operam com 13,15% da capacidade.

O sistema de bandeiras tarifárias foi criado em 2015 como forma de recompor os gastos extras com a utilização de energia de usinas termelétricas, que é mais cara do que a de hidrelétricas. A cor da bandeira é impressa na conta de luz (vermelha, amarela ou verde) e indica o custo da energia em função das condições de geração de eletricidade.


Fonte: Com informações do Extra