Corpo de Bombeiros recebe reforço para combater incêndios

Corporação ganhou reforço de mais 10 homens.

No centro operacional do Corpo de Bombeiros em Teresina o telefone não para de receber ligações de várias regiões do Piauí, relatando incêndios em residências e na mata. Ontem, só na capital foram 15. Hoje pela manhã foram mais dois chamados, sendo um no povoado Cajazeiras, na zona rural, e outro no bairro São Pedro, na zona Sul da capital.

De acordo com informações, uma criança de apenas 3 anos de idade usando fosforo provocou o incêndio na residência localizada na zona Sul. O fogo não atingiu o mato que fica no quintal, mas destruiu todos os móveis de um dos quartos da casa.

Moveis destruídos após o incêndio (Crédito: Rede Meio Norte)
Móveis destruídos pelo fogo (Crédito: Rede Meio Norte)

“Fui pegar água ali no quintal e quando cheguei a menina, minha neta de 8 anos, gritou dizendo que meu outro neto havia tocado fogo no colchão. Quando cheguei as chamas já estavam altas, daí me preocupei em tirar meu outro neto do quarto. Eu perdi tudo”, conta  Lenice Silva, proprietária da residência. 

Segundo o Corpo de Bombeiros, a questão dos incêndios no Piauí chegou ao limite. Por isso, a corporação ganhou reforço de mais 10 homens na capital. Além disso, foi montado um Gabinete de Gestão, formado pelo Corpo de Combeiros, Exército e Defesa Civil.

Móveis foram consumidos pelo fogo (Crédito: Rede Meio Norte)
Móveis foram consumidos pelo fogo (Crédito: Rede Meio Norte)

Segundo os representantes do Gabinete, o principal objetivo é gerenciar as ações e distribuindo melhor as ocorrências. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) também participa dessa verdadeira cruzada contra os incêndios.

Fabrício Loiola, responsável pelo Núcleo de Comunicação da Superintedência da Polícia Rodoviária Federal no Piauí, explica que incêndios às margens de rodovias causam invisibilidade e podem provocar acidentes.

“O ideal é não entrar na cortina de fumaça, porque nunca se sabe até onde vai se estender, além do que, uma vez ali dentro vai ficar complicado para garantir sua segurança. Então, ao avistar aquela cortina de fumaça, você deve parar seu veículo em um local seguro, no caso no acostamento e devidamente sinalizado. Após isso, acionar a Polícia Rodoviária Federal", disse Fabrício Loiola.

Quarto da residência ficou  totalmente destruído (Crédito: Rede Meio Norte)
Quarto da residência ficou totalmente destruído (Crédito: Rede Meio Norte)


Fonte: Portal Meio Norte
logomarca do portal meionorte..com