Uma criança de apenas 1 ano de idade, identificada como Benjamin, morreu após ser arrastada pela correnteza de uma chuva para uma galeria no bairro São Francisco II, em Timon, no Maranhão. O caso aconteceu por volta das 19h20 desta sexta-feira (20). O menino estava com os pais em uma motocicleta, que conseguiram se salvar com ajuda de populares.

Em entrevista para o repórter Kilson Dione, da Rede Meio Norte, o tenente Rafael, do Corpo de Bombeiros de Timon, explicou que a correnteza era muito forte no momento da chuva. Após mais de 3 horas de buscas, com auxílio de moradores locais, o corpo de Benjamin foi localizado. 

Criança de 1 ano morre após ser arrastada pela chuva em Timon (Foto: Kilson Dione)Criança de 1 ano morre após ser arrastada pela chuva em Timon (Foto: Kilson Dione)

"Passaram pra gente por telefone que eram duas vítimas no local que tinha sido arrastado pela correnteza. Só que quado chegamos no local constatamos que era um homem e uma mulher adultos e uma criança por volta de 1 ano. Felizmente, o pai e mãe quando foram arrastados pelas águas, eles conseguiram sair por conta própria do local, alguns populares até tentaram auxiliar, mas a correnteza era muito forte. O veículo foi resgatado pouco depois e a criança foi achada por populares uns 300 metros mais abaixo mesmo", disse o tenente.  

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) esteve no local para atender os pais da criança, que foram arrastados por alguns metros pela correnteza. Ainda segundo o tenente, a mãe apresentou vômitos, mas logo foi socorrida e ambos levados a uma unidade hospitalar. 

"Estava um pouco difícil de definir qual tipo de lesão os pais tinham, porque teve a situação com o filho e eles estavam desesperados. A gente não conseguiu definir realmente o que eles tinham. Mas a gente tratou como vítimas de afogamento porque eles foram arrastados alguns metros na água. A equipe do SAMU fez o encaminhamento deles para o hospital para fazer uma análise mais detalhada. A gente deu uma atenção especial para as vias respiratórias, pra que não tivesse nenhuma complicação. Por mais que se desesperem por conta da criança, os dois adultos também sofreram o acidente e é importante ter o tratamento adequado também", reiterou o tenente.