Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

DF amanhece sem ônibus e metrô e com bloqueio na Esplanada

Funcionários de empresas de ônibus decidiram não sair das garagens

Compartilhe
Google Whatsapp

Distrito Federal amanheceu nesta sexta-feira (30) com estações do metrô fechadas. Os ônibus de pelo menos quatro empresas também permaneceram nas garagens, apesar da determinação da Justiça para manter 50% do serviço.

 src=

As paralisações são organizadas por manifestantes contrários à Reforma Trabalhista e da Previdência, propostas pelo governo de Michel Temer.

O trânsito na Esplanada dos Ministérios foi bloqueado. As vias N1 e S1 foram fechadas pela Polícia Militar na altura da Rodoviária do Plano Piloto. Um cordão de revista da PM foi montado para monitorar bolsas e mochilas. A intenção é impedir entrada de "pau, pedra, barra de ferro ou qualquer instrumento que possa ser usado como arma".

 src=


O bloqueio no trânsito começou à meia-noite, na altura Catedral Metropolitana. No entanto, a PM decidiu aumentar a área interditada por volta das 7h20. As alternativas de acesso aos ministérios durante o período de interdição serão as vias S2 e N2 – pelos anexos dos ministérios.

Militares da Força Nacional foram destacados para a Esplanada desde as 5h. Eles disseram que vão fazer a segurança dos ministérios.

 src=


Transporte

Na quinta (29), a Justiça decidiu garantir o funcionamento mínimo de 50% da frota do transporte público de ônibus do DF.

“Nos serviços ou atividades essenciais, os sindicatos, os empregadores e os trabalhadores ficam obrigados, de comum acordo, a garantir, durante a greve, a prestação dos serviços indispensáveis ao atendimento das necessidades inadiáveis da comunidade”, apontou a decisão.

 src=


Durante a madrugada, o Sindicato dos Rodoviários afirmou que 100% da categoria iria aderir à paralisação. Para se transportar, passageiros tiveram de recorrer ao transporte pirata.

Quanto ao Metrô, a Justiça Federal autorizou a paralisação, mas determinou que 30% do serviço fossem mantidos. No entanto, a companhia disse que não teria como rodar com esse efetivo menor e decidiu não rodar nesta sexta. O serviço é usado por 160 mil pessoas todos os dias. As 24 estações fecharam e os 36 trens pararam.

Protestos causam retenção em vários pontos e Rio entra em estágio de atenção

 src=

 src=



Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Recomendamos

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto

×