Dias entrega unidade de coleta de sangue itinerante o Hemopi

Equipamentos apoiam a descentralização de serviços do Hemocentro

O governador Wellington Dias, através da Secretaria de Estado de Saúde (Sesapi), entregou nesta sexta (07) novas estruturas móveis que descentralizam ações nos municípios do interior e fortalecem a rede pública de saúde. Um ônibus totalmente equipado para captação e coleta de sangue foi repassado para o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Piauí (Hemopi) e cinco ambulâncias foram entregues para a rede hospitalar estadual, contemplando os municípios de Amarante, Bom Jesus, Canto do Buriti, Elesbão Veloso e São Miguel do Tapuio.

Ambulâncias

Com recursos do Tesouro Estadual, o Governo do Piauí aplicou cerca de R$ 710 mil para aquisição das cinco viaturas. Foram contemplados os hospitais regionais Dr. Francisco Ayres Cavalcante (Amarante), Manoel de Sousa Santos (Bom Jesus) e Norberto Moura (Elesbão Veloso); e os hospitais locais Domingos Chaves (Canto do Buriti) e José Furtado de Mendonça (São Miguel do Tapuio).

 (Crédito: Jorge Henrique Bastos)
(Crédito: Jorge Henrique Bastos)

O governador assegura que a iniciativa faz parte das ações conjuntas de descentralização da saúde pública do Estado. “Queremos estruturar nossa rede de saúde no Piauí. Fazemos isso em parceria com os municípios, ou seja, com a entrega de ambulância ou através de convênios como os de aquisição de equipamentos para as unidades básicas de saúde, consultórios odontológicos. O que queremos é garantir que a atenção básica tenha as condições de funcionamento”, pontuou Dias.

Para o secretário de Saúde, Francisco Costa, a descentralização dos serviços tem uma sido realidade no interior do Piauí. “Avançamos na área cirúrgica, na área de apoio e diagnóstico, fisioterapia intensiva e hoje estamos conseguindo resolver áreas mais complexas que não se resolviam antes no interior do Piauí e que hoje é possível se resolver em várias regiões do Estado”, avaliou.

 (Crédito: Jorge Henrique Bastos)
(Crédito: Jorge Henrique Bastos)

Ainda de acordo com o secretário, as ambulâncias têm função resolutiva na interligação entre as unidades e centros regionais de saúde, redistribuindo atendimentos e amparando os serviços locais de urgência e emergência. “Sabendo das limitações, nem todos os hospitais vão poder resolver tudo o que se precisa na saúde. Então, em algum momento, os pacientes precisam ser referenciados para um outro hospital da rede e é por isso que existe essa política de fazer também o referenciamento de pacientes de uma maneira segura, adequada e com o melhor conforto possível”, destacou Francisco Costa.

Atendo cerca de 10 municípios circunvizinhos, o Hospital Local Domingos Chaves, no municípios de Canto do Buriti, foi contemplado com uma das ambulâncias entregues. Por ser um polo regional, a unidade de saúde chega a atender os municípios de Pageú, Rio Grande, Tamboril, Brejo, Colônia, Elizeu Martins e Pavussú.

 (Crédito: Jorge Henrique Bastos)
(Crédito: Jorge Henrique Bastos)

“A partir de agora a gente fica mais aliviado. Não tem hora para atender uma urgência, uma emergência. Com essa unidade na nossa UG isso já traz um maior benefício. Essa ambulância também vem fortalecer nosso trabalho de humanização para atender a toda demanda daquele que é atendido pelo Sistema Único de Saúde”, assegurou a diretora da unidade, Celene Fontenele.

A entrega das ambulâncias, de acordo com o governo, reforça a frota de vários hospitais estaduais com a perspectiva de atender ,prioritariamente, os municípios que não possuem viaturas para transporte de pacientes.

Coleta de sangue itinerante

Também beneficiando a área da saúde, o governador entregou um ônibus estruturado para coleta externa de sangue. O veículo equipado é fruto de um investimento de R$ 953 mil em parceria com o Governo Federal.

Com sala de triagem, quatro pontos de coleta, sala de recuperação, sala de lanches e ambiente refrigerado, a unidade móvel vai contribuir para o aumento no número de doadores e para a descentralização dos postos de coleta. O diretor do Hemopi, Jurandir Martins, falou sobre o reforço ganho na área de coleta e triagem de sangue. “A partir desse ônibus teremos as condições de avançar nas coletas em bairros e periferias de Teresina e até em cidades do interior do estado, de norte a sul. O Hemopi já tem um cronograma de coletas externas e a partir de agora nós vamos dar prosseguimento com o auxílio desse ônibus”, contou o diretor.

Para o governador, a unidade itinerante leva o Hemopi para onde houver possibilidade de novas coletas para o banco de sangue reserva. “Muitas vezes, uma pessoa sofre um acidente, tem uma doença e precisa fazer uma transfusão, precisa de sangue e não encontra. Então há nessecidade de encontrarmos alternativas e essa unidade, com certeza, vai permitir que a equipe do Hemopi possa ter coleta de sangue em mais lugares do Piauí”, concluiu Dias.

No Brasil, de acordo com a Sesapi, apenas o Sistema Único de Saúde (SUS) possui autorização para coletar sangue. A doação de sangue no ônibus segue todos os critérios de biossegurança, transporte e acondicionamento de hemocomponentes, proporcionando maior conforto e segurança durante a doação.

Fonte: Portal Meio Norte
logomarca do portal meionorte..com