mais
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Eclipse mais longo do século é visto em vários estados do país

Recife é a capital que começará a ver mais cedo.

Na expectativa de ver o eclipse lunar mais longo do século, pessoas se reunem em todo o país para apreciar o acontecimento histórico.


 (Crédito: Marlon Costa/Pernambuco Press)
(Crédito: Marlon Costa/Pernambuco Press)



 (Crédito: : Carl de Souza/AFP)
(Crédito: : Carl de Souza/AFP)



 (Crédito: Reprodução/TV Globo)
(Crédito: Reprodução/TV Globo)







 class=


 class=


 class=


São Paulo
São Paulo-SP (Crédito: Reprodução/TV Globo)
Orla de Copacabana
Orla de Copacabana (Crédito: G1)


João Pessoa
João Pessoa (Crédito: Carla Rez Sousa)


 class=


O eclipse lunar terá 1h42 de fase total e quase 4 horas de parcial nesta sexta-feira (27). O Brasil será o local mais privilegiado da América do Sul para acompanhar o eclipse mais longo do século, que ocorrerá nesta sexta-feira (27). Mesmo assim, os melhores lugares do mundo para assistir estão na África e na Europa.

Mas como descobrir a melhor hora para ver por aqui?

O eclipse terá quase 4 horas de fase parcial, quando a Terra, Sol e o satélite estão alinhados, mas com o planeta "no meio" criando uma sombra. No entanto, ele começa às 16h30, quando a Lua ainda não nasceu por aqui.

Por isso, a melhor hora para ver é quando a Lua nasce em cada cidade. E, mesmo assim, será mais visível na costa do país, na parte leste. Recife será a primeira capital a começar a ver, por isso aproveitará por mais tempo. Em seguida, 1 minuto depois, será a vez de João Pessoa.

 (Crédito: Divulgação)
(Crédito: Divulgação)

O eclipse

Um eclipse lunar total acontece quando Sol, Terra e Lua se alinham, quando nosso planeta faz uma sombra no satélite. Isso faz a Lua ficar escura, perder o brilho, e é um fenômeno que pode ser visto a olho nu. Quem lembra do eclipse solar total que aconteceu nos Estados Unidos em agosto do ano passado sabe que é importante usar óculos especiais. No caso do eclipse da Lua, basta olhar para o céu: usar uma luneta ou um binóculo pode ajudar.

O fenômeno começa às 16h30, mas a Lua não terá nascido no Brasil. Mesmo assim, vamos poder observar uma parte da fase total – quando o satélite está inteiro na sombra – e da fase parcial (umbra). É só esperar a Lua nascer. Tudo acaba às 19h19.

Foto mostra a Lua em diferentes fases durante um eclipse lunar total (Crédito:  P. Horálek/ESO)
Foto mostra a Lua em diferentes fases durante um eclipse lunar total (Crédito: P. Horálek/ESO)
 (Crédito: Karina Almeida e Alexandre Mauro/G1)
(Crédito: Karina Almeida e Alexandre Mauro/G1)

Lua de sangue

A Lua desta sexta-feira também será de sangue – o fenômeno deixa o satélite com um tom avermelhado.

Isso acontece porque os raios do Sol são bloqueados pela Terra, mas passam pela atmosfera. A luz é a soma de todas as cores (arco-íris) e cada uma delas se comporta de uma forma quando chega na camada de ar ao redor do nosso planeta. A cor azul, por exemplo, se espalha muito mais que a vermelha - que acaba predominando. Por isso, teremos a versão mais "quente" do nosso satélite.

 (Crédito: Alexandre Mauro/G1)
(Crédito: Alexandre Mauro/G1)


Tópicos

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail