Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

2008: Turismo projeta crescimento de 15%

As férias de julho é o segundo melhor momento do turismo no Brasil

Compartilhe

O mercado de turismo est? num processo de franco crescimento. Em 2007, os brasileiros fizeram 150 milh?es de viagens pelo pa?s, 9% a mais em rela??o a 2006. Para este ano, a expectativa do setor ? de incremento de at? 15%. E, as f?rias de julho, o segundo melhor momento do turismo no Brasil, sinalizam a continuidade da demanda e um significativo impacto do setor na economia, com destaque, tamb?m, para a grande procura pelos pacotes internacionais, barateados por um d?lar baixo como em 1999.

O turismo nacional ? o grande motor do setor no Brasil. De cada R$ 5 gerados em atividades tur?sticas, R$ 4 saem do bolso dos brasileiros. No total, em 2007, movimentou R$ 51 bilh?es, contra R$ 13 bilh?es vindos dos gastos dos estrangeiros.

"O turismo nacional ? a base de sustenta??o dos neg?cios, ? nele que o empres?rio brasileiro adquire escala para receber o estrangeiro", diz Wilson Abrah?o Rabahy, economista coordenador de projetos de turismo da Funda??o Instituto de Pesquisas Econ?micas (Fipe).

Segundo melhor momento

Neste cen?rio, as f?rias de julho, junto com os meses de outubro e novembro, pontificam o segundo melhor momento do turismo brasileiro, s? perdendo para a tr?ade dezembro, janeiro e fevereiro.

"? um momento de acelera??o da economia j? que os trabalhadores t?m 33% do abono das f?rias e muitas empresas liberam metade do 13? sal?rio", diz Maria de Lourdes Abreu Nascimento, professora de economia da Faculdade Rio Branco.

"A maior parte dos v?os de julho j? est? lotada. Ainda h? lugares, mas quem quiser viajar, ? bom se apressar. Existe o risco de n?o conseguir a data pretendida", avisa Leonel Rossi, diretor de assuntos internacionais da Associa??o Brasileira de Ag?ncias de Viagem (Abav), cujo crescimento das vendas internacionais para o m?s de julho foi de 25% no comparativo com o mesmo m?s de 2007.

Al?m da sedu??o cambial, outros fatores que atraem na hora da compra s?o a proximidade geogr?fica com a Argentina, o amplo financiamento, a facilidade com o espanhol, a promessa de compras e as refei?es de qualidade a baixo custo. Este pacote tem um novo fil?o de consumidores: a classe C, geralmente casais com rendimentos at? R$ 1.200.

"Marido e mulher trabalham e poupam uma soma que d?o como entrada. O resto, financiam", diz Rossi.

Depois da Argentina, os destinos no exterior mais procurados pelos turistas cariocas s?o Santiago do Chile, Europa e Estados Unidos. O turismo nacional n?o fica atr?s.

"A partir do dia 10 at? 30 de julho os hot?is brasileiros est?o completamente cheios", diz ?lvaro Brito Bezerra de Mello, presidente da Associa??o Brasileira da Ind?stria de Hot?is (Abih).

As campe?s nas vendas s?o Porto Seguro, Fortaleza, Gramado, Natal e Porto de Galinhas.

"Cidades serranas como Petr?polis e Teres?polis e as est?ncias hidrominerais, como Arax? e S?o Louren?o, tamb?m t?m relev?ncia", diz Mello.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar