Servidores do Estado podem negociar dívidas com a Agespisa

Essa é uma oportunidade de renegociar os débitos rapidamente

A Agespisa é uma das parceiras do Programa de Educação Financeira dos Servidores Estaduais, realizado pelo Governo do Piauí, por meio da Secretaria de Estado da Administração e Previdência (SeadPrev). Agora, os servidores estaduais têm mais uma oportunidade de renegociar débitos com a Agespisa, de forma rápida e personalizada.

O servidor que quiser fazer o pagamento à vista terá desconto de 10% do valor acumulado e 100% de desconto nos encargos de juros, multa e correção monetária. Caso a opção seja pelo parcelamento, o cliente poderá pagar em até 48 vezes, com uma entrada de 20% do valor total da dívida.

O funcionário público interessado em regularizar os débitos deve se dirigir ao estande da Agespisa, montado no pátio da Secretaria da Administração, no Centro Administrativo, bloco I.


“Com essa iniciativa, o servidor pode retomar o controle sobre os débitos e voltar a ter regularidade no pagamento das contas de água. Recomendamos que o cliente não deixe para a última hora para não perder o prazo, que vai até 15 de setembro”, ressalta o presidente da Agespisa, Emanuel Bonfim.

Maria do Socorro Lima, servidora da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) há 32 anos, viu no programa uma oportunidade de parcelar seus débitos com a Agespisa. “Quando vi o anúncio na TV, decidi verificar as condições de parcelamento. Agora saio daqui com minhas contas renegociadas e com meu cadastro atualizado no sistema da empresa”, declarou a servidora.

O Programa de Educação Financeira é realizado em parceria com bancos públicos e privados. Segundo o governador Wellington Dias, o programa permite ao servidor regularizar débitos com uma linha de crédito bancário com taxas de juros menores, o que lhe possibilita continuar usufruindo de serviços básicos como energia elétrica e água. “É uma alternativa para resolver o problema do passado e preparar o servidor para melhor gerir suas finanças futuras”, destaca o gestor.

Fonte: Ccom
logomarca do portal meionorte..com