Em 2016, Secretaria das Cidades investiu R$ 1,5 mi em mobilidade

Foram ito passagens molhadas beneficiando cinco cidades do Piauí.

A Secretaria das Cidades (Secid) investiu mais de R$ 1 milhão na construção de passagens molhadas. Em 2016, foram construídas oito passagens molhadas beneficiando cinco municípios do Estado. As passagens molhadas são construções feitas sobre córregos para permitir o acesso da população da zona rural a outros locais do município.

Durante o período de chuva, a população que vive na zona rural sofre com a dificuldade de acesso, já que as precipitações aumentam o risco de alagamento nas áreas onde há córregos, impedindo os moradores de levar seus filhos à escola, assim como o trabalhador rural transportar até a sede do município, o que acaba afetando a economia local.

Para o secretário de Estado das Cidades, Fábio Xavier, a implantação das passagens molhadas é de extrema importância para a população da zona rural, que é a que mais sofre com a falta de acessibilidade nos períodos de chuva. "A população da zona rural necessita de melhores condições de acesso, e as passagens molhadas irão permitir melhor acessibilidade desses povoados a outras áreas do município", afirma. 

Entre os municípios beneficiados com a obra estão o município de Alto Longá, que recebeu a construção de três passagens molhadas; o povoado Riacho Palmeirinha, no município de Castelo do Piauí.  O município de Coivaras foi beneficiado com a construção de passagem molhada no Riacho Grutas. E também os municípios de Amarante e Nazária.

No município de Amarante foi construída passagem molhada no riacho Jacaré, e no município de Nazária, as localidades de Santa Joana e Dom Henrique foram beneficiadas com a construção de passagens molhadas. Além da construção de passagem molhada, o município foi beneficiado com uma quadra poliesportiva, no povoado Bandeiras.

Os recursos para implantação das passagens molhadas chegam ao valor de R$ 1.502.026,70. 

Fonte: Portal do Governo do Piauí