Após velório, corpo de Marisa Letícia é cremado em São Bernardo

O velório terminou às 15h30 e cerca de 20mil pessoas foram ao local

Atualizado às 17:35

A cerimônia de cremação do corpo da ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva terminou por volta das 17h40 deste sábado (4), no Cemitério Jardim da Colina, em São Bernardo do Campo. Antes de deixar o local, sob chuva, Lula se despediu do público que o aguardava do lado de fora.

A ex-primeira-dama foi velada no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo. O velório começou por volta das 9h30 e foi encerrado às 15h30. Às 15h56, Lula e a família deixaram a sede do sindicato com o carro funerário.


Em discurso no fim de velório, Lula diz que "Marisa morreu triste"

No fim do velório da ex-primeira-dama Marisa Letícia, que aconteceu no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, o ex-presidente Luiz Inacio Lula da Silva discurssou emocionado chamou de "fascinoras" aqueles que "levantaram leviandades"a a mulher - ré ao lado dele, em processos da Operação Lava Jato. Em vários momentos, Lula, interrompeu o discurso pelo choro.

Marisa Letícia morreu nesta sexta-feira (3) em função de um AVC (Acidente Vascular Cerebral) do tipo hemorrágico.

"Marisa morreu triste porque a canalhice, a leviandade e a maldade que fizeram com ela... Quero provar que os facínoras que levantaram leviandades contra ela tenham um dia a humildade de pedir desculpas", disse Lula, que discursou por aproximadamente 20 minutos.

"Esse homem que está enterrando sua mulher hoje não tem medo de ser preso", afirmou o ex-presidente. "Descanse em paz, Marisa. O seu 'Lulinha Paz e Amor' vai ficar aqui para brigar por você."

O discurso de Lula marcou o fim do velório da ex-primeria dama que iniciou por volta das 9h30 deste sábado (4) e encerrou às 15h30, pelo qual cerca de 20 mil pessoas passaram. A Polícia Militar não fez estimativa de público.

Após a fala de Lula, foi pedido ao público presente que se retirasse para que os familiares e amigos se despedissem de Marisa Letícia com privacidade. O corpo de Marisa Letíca será cremado no cemitério Jardim da Colina, em cerimônia reservada à família.

O corpo deixou o hospital Sírio-Libanês, onde ela estava internada desde o dia 24 de janeiro, por volta das 7h30 e chegou ao sindicato às 9h. O ex-presidente Lula chegou ao local 20 minutos antes do corpo.

O petista rememorou casos dos mais de 40 anos em que estava casado com Marisa Letícia -- dos jantares no Palácio do Alvorada às viagens oficiais ao lado do marido, à época em que Lula ocupava a Presidência (2003-2006/2007-2010). Em uma dessas ocasiões, citou, a então primeira-dama teve um ataque de risos, enquanto comia, ao conjecturar, com o marido, que dificilmente cozinheiros e garçons do palácio teriam, em alguma outra oportunidade, comido pé de frango.

"Ela criou os filhos praticamente sozinha. Ela foi mãe, foi pai, foi tia, foi avó, foi tudo. E ela nunca reclamou da vida", disse emocionado o ex-presidente.




Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Fonte: Uol