Em protesto, funcionários da transcol atrasam saída de ônibus

O protesto é contra os constantes assaltos nos ônibus na capital

Como forma de prostestar contra os constantes assaltos que vem ocorrendo em transportes coletivos de Teresina, motoristas, cobradores e fiscais de ônibus da empresa Transcol, que faz linha na região sul da capital resolveram atrasar a saída dos veículos e ficaram parados, neste terça-feira (24), por cerca de uma hora e meia.

Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transporte Rodoviário (Sintetro), Fernando Feijão, que nos últimos três dias foram registrados cerca de sete assaltos nos ônibus.

A manifestação busca cobrar a instalação do botão do pânico nos ônibus que vem sendo prometido, mas até o momento não foi instalado." Enquanto nada for feito, vamos continuar a fazer  manifestação", alertou.

Após realizarem duas assembleias no último dia 20, motoristas e cobradores de ônibus decidiram por indicativo de greve a partir de 30 de janeiro. Entre as revindicaões feita pela categoria está um reajuste de 15%, mas as empresas fizeram uma contra proposta de 7% e as negociações, que vem acontecendo desde o final do ano passado, não avançaram.


Motoristas e cobradores atrasam saída de ônibus em protesto
Motoristas e cobradores atrasam saída de ônibus em protesto



Fonte: Portal MN
logomarca do portal meionorte..com