Empresários são presos por furto de energia; prejuízo de R$ 264 mi

'Gato' em condomínio de luxo gerou prejuízo de R$ 264 milhões.

Na sexta-feira (31), agentes da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic) e peritos do Instituto de Criminalística (Icrim) descobriram que em três residências de um condomínio de luxo localizada no bairro Cohajap, em São Luís, no Maranhão, havia furto de energia elétrica. Três empresários foram presos por causa dos conhecidos 'gatos'. 

Os peritos do Icrim constataram a existência de manipulação nos medidores com o objetivo de burlar o sistema de medição. O medidor de outra casa foi apreendido para ser submetido a exame mais detalhado.

A investigação começou depois que agentes da Polícia Civil prenderam o responsável por oferecer os serviços ilegais de furto de energia. O “gateiro” revelou uma lista de condomínio e casas de luxos onde já teria realizado esse tipo de serviço, o que deu inicio a investigação da polícia.

Segundo as investigações, o prejuízo anual pode chegar aos R$ 264 milhões. s empresários foram conduzidos para Superintendência Estadual de Investigações Criminais. Eles responderão pelo crime de furto de energia em liberdade. A fiança foi estipulada no valor de R$ 3 mil para cada um dos envolvidos. 







Fonte: Com informações do G1-MA