Energia solar automatiza poços da Agespisa no interior do Piauí

Agespisa busca aumentar a oferta no abastecimento para população

Numa experiência inédita nos sistemas de abastecimento operados pela Agespisa, a companhia está utilizando a energia solar no processo de automatização de poços. A primeira experiência acaba de ser implantada em Uruçuí, a cerca de 500 quilômetros ao sul de Teresina.

Com a iniciativa, a Agespisa busca aumentar a oferta no abastecimento para a população, obter maior controle da qualidade da água e aumentar a conservação do manancial subterrâneo.

A automatização dos poços é feita por meio de radiofrequência, cujos transmissores são movidos à energia solar. O objetivo da Agespisa é ganhar mais eficiência no controle operacional e na exploração dos poços, e, consequentemente, ter condições de proporcionar maior continuidade na distribuição de água para a população.

Além disso, vai evitar o extravasamento e desperdício na reservação de água. "A implantação da tecnologia vai agregar outros benefícios para o sistema, como a redução dos gastos com energia elétrica, visto que haverá um controle mais preciso do funcionamento das bombas dos poços", explica o presidente da Agespisa, Emanuel Bonfim, festejando a iniciativa.

O sistema que recebeu a automatização é composto por dois poços, com vazões de 45mil litros/h e 70mil litros/h, e por dois reservatórios com capacidades de 200 mil litros e 150 mil litros.

Fonte: Portal Meio Norte
logomarca do portal meionorte..com