Muitas famílias sonham com uma renovada na casa, mas a tão esperada reforma deve ser realizada por profissionais habilitados. Dos pequenos reparos, como pinturas e manuseio de vigas, até grandes intervenções no imóvel, é necessário um planejamento cuidadoso seguindo as normas de segurança estabelecidas pelos órgãos fiscalizadores, como os conselhos profissionais de Engenharia e Arquitetura.

“É essencial observar a distância entre o imóvel e a rede elétrica para que qualquer serviço na obra seja realizado. Seguindo as normas de segurança, evita-se o manuseio de materiais condutores de energia elétrica ou mesmo o contato por descuido nessa rede de energia, que pode causar acidentes fatais”, afirma João Porfírio, Executivo de Segurança da Equatorial Piauí.

Medidas simples podem evitar acidentes (Foto: reprodução)Medidas simples podem evitar acidentes (Foto: reprodução)A distribuidora reforça algumas medidas preventivas para minimizar os riscos de acidentes elétricos na construção civil:

• Qualquer tipo de obra deve estar, no mínimo, 3 metros de distância dos fios dos postes;

• Evitar manuseio de possíveis condutores de energia próximos à rede, como barras de ferro, canos e outros tipos de materiais;

• O uso de tapumes, andaimes com divisórias, telas ou plataformas com anteparo aumenta o isolamento e sua segurança;

• Indicar áreas de risco com bandeiras ou cartazes quando está próximo de estruturas de cabos de fornecimento de energia;

• Apenas profissionais habilitados, como engenheiro ou técnico eletricista, devem realizar a instalação de sua antena de televisão e telefonia;

Em casos de acidentes domésticos com eletricidade, a Equatorial Piauí orienta o desligamento do disjuntor ou a chave geral do imóvel e o contato com os serviços públicos de emergência, ligando para o 193 (Bombeiros) ou 192 (Samu). Se o acidente for em via pública, além das orientações já mencionadas, é necessário acionar a distribuidora pelo telefone 0800 086 0800 para que seja feito o desligamento da rede.