Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Equipes buscam 9 desaparecidos após temporal que matou 12 em SC

Buscas continuam em Presidente Getúlio e Rio do Sul. Segundo Defesa Civil, 12 pessoas morreram. Moradores e autoridades também fazem levantamento dos estragos após enxurrada.

Compartilhe

Nove pessoas seguem desaparecidas no Vale do Itajaí, em Santa Catarina, após a forte chuva e a enxurrada que atingiram a região entre a noite de quarta (16) e madrugada de quinta (17), segundo a Defesa civil estadual. Sete dos desaparecidos são de Presidente Getúlio, sendo cinco deles da mesma família. Há duas pessoas desaparecidas em Rio do Sul.

Ainda segundo a Defesa Civil, em boletim divulgado às 22h30 de quinta, 12 pessoas morreram por causa do temporal: onze em Presidente Getúlio e uma em Ibirama.

Na manhã desta sexta ainda pode chover forte, e há risco alto de deslizamentos no Vale do Itajaí. O tempo instável segue em Santa Catarina pelo menos até domingo (20).

As forças de segurança seguem fazendo buscas pelos desaparecidos. Também está sendo feito levantamento dos estragos. Há cães de busca auxiliando os bombeiros, segundo informou o comandante-geral do Corpo de Bombeiros de Santa Catarina, coronel Charles Alexandre Vieira, em entrevista ao Bom Dia Santa Catarina desta sexta-feira (18).

"Formamos equipes e estamos no 'front' para retirar os dejetos, onde estão as possíveis vítimas, restos de madeira, pedras, árvores, emaranhado de detritos. É muito difícil, mas há esperança, e possivelmente encontrar alguém com vida será até um milagre, mas a gente trabalha sempre com isso", disse o coronel.

Ainda na tarde de quinta-feira e na manhã desta sexta-feira (18), moradores começaram a limpar suas casas e comércios. A cidade ficou tomada de lama pelas ruas, residências e estabelecimentos.

Até as 22h30, havia 144 pessoas desalojadas e 55 desabrigadas em quatro cidades catarinenses: Ibirama, Rio do Sul e Lontras, no Vale do Itajaí, e Siderópolis, no Sul do estado. A Defesa Civil não divulgou o número de desabrigados e desalojados em Presidente Getúlio. Há famílias em abrigos na cidade.

Análise de encostas

A situação dos morros e encostas será analisada. O foco inicial das equipes foi retirar as pessoas de áreas risco e de locais isolados. Agora, o foco é buscar os desaparecidos.

"Todas essas em encostas desceram. Em Presidente Getúlio, no trajeto desse desmoronamento tinham muitas residências", disse o comandante geral dos bombeiros.

O diretor de Gestão de Riscos da Defesa Civil de Santa Catarina, Felipe Gelain, resumiu o que foi feito nesta quinta e o que ainda é necessário fazer.

“Hoje [quinta], basicamente, o trabalho do pessoal de campo, seja da força-tarefa, Corpo de Bombeiros, bombeiros voluntários e Polícia Militar, foi em retirar essas famílias da área de risco, trazê-las para a proteção para depois a gente começar então a análise danos, a busca dos desaparecidos e dos possíveis corpos que podem não ter sido localizados ainda”.

Ao todo, 11 municípios do Vale do Itajaí, da Grande Florianópolis e do Sul registraram estragos, conforme o boletim da Defesa Civil. Os maiores estragos foram em Presidente Getúlio, onde a enxurrada levou até carros e trouxe lama para o Centro da cidade.

O trajeto onde fica o ribeirão no bairro Revólver ficou todo comprometido, conforme o comandante dos bombeiros voluntários de Presidente Getúlio, Alex Lima. São cerca de 4 quilômetros de ribeirão.

"Praticamente todo esse trajeto ficou comprometido com pedras, barreiras, estradas danificadas, etc", afirmou o comandante. Cerca de 370 casas e 1,6 mil pessoas foram atingidas.

Previsão do tempo

Os próximos dias serão marcados pela continuidade de tempo instável em Santa Catarina, segundo a Defesa Civil. Há ainda risco muito alto de deslizamentos nas regiões do Vale do Itajaí e da Grande Florianópolis. Ainda deve chover pelo menos até 9h desta sexta (18).

A Defesa Civil recomenda:

fique atento a inclinações de árvores e postes

fique atento a qualquer movimento de terra ou pedras próximos a sua residência

fique atento ao aparecimento de rachaduras em muros e paredes

em emergências, telefone para a Defesa Civil no 199 ou bombeiros no 193

Para esta sexta, a previsão é de novos temporais picos de verão. Eles podem ocorrer acompanhados de raios, rajadas de vento e eventual queda de granizo, preferencialmente no Oeste, Vale do Itajaí, Norte e na Serra.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar