Estacionamento rotativo é uma das propostas para o Novo Centro

A proposta visa promover um rodízio dessas vagas.

As sugestões colhidas durante o Fórum Novo Centro Teresina, realizado em setembro deste ano, estão sendo compiladas no Plano de Ação para tornar o Centro mais atrativo. Uma dessas propostas foi a instalação de paquímetros na região central, obedecendo a um modelo rotativo de estacionamento.

Segundo Constance Jacob, coordenadora especial da área central, explica que as propostas estão divididas entre as possíveis de aplicação em curto espaço de tempo, médio e longo prazo.

“A ideia é que passe a existir uma maior rotatividade das vagas de estacionamento existentes no centro da cidade. Atualmente se observa que, em muitas delas, o veículo fica estacionado por todo o dia. A proposta visa promover um rodízio dessas vagas, dando oportunidade para que mais pessoas acessem o Centro”, exemplifica Constance Jacob.

Para isso, a Secretaria Municipal de Concessões e Parcerias (Semcop), está organizando chamamento público para que empresas manifestem o interesse em fazer estudos sobre as vagas de estacionamento rotativo no centro da capital. 

Atualmente, segundo dados da Superintendência de Transportes e Trânsito (Strans), as ações de fiscalização no centro de Teresina são realizadas todos os dias nos turnos manhã, tarde e noite e tem como objetivo melhorar a fluidez no trânsito na área. No ranking das autuações, estacionar em local/horário proibido especificamente pela sinalização está em segundo lugar.

De acordo com o Gerente de Fiscalização da Strans, Denis Lima, todos os dias as equipes de agentes de trânsito realizam o trabalho de fiscalização nos pontos mais críticos no centro da cidade. “Encontramos todos os dias um grande número de condutores que insistem em estacionar em local proibido e nós fazemos o nosso trabalho de fiscalização com intuito de melhorar a fluidez no trânsito”, disse.

A coordenadora Constance Jacob ainda afirma que a proposta de instalar parquímetros no centro vai beneficiar tanto as pessoas que frequentam o centro, quando os comerciários. “Com o sistema rotativo, o número de vagas no Centro vai aumentar, pois a rotatividade fica maior e facilita o acesso do teresinense a essa região. Isso gera mais pessoas no centro e, consequentemente, maiores consumidores em potencial para os estabelecimentos comerciais”, finaliza. 

Fonte: Ascom
logomarca do portal meionorte..com