Estado planeja dar casas à moradores de rua com dinheiro da maconha

Há ainda planos para utilizar dinheiro oriundo da venda de maconha

A legalização da maconha em diversos países pelo mundo, e especialmente em diversos estados americanos, vem se revelando não só a maneira mais eficaz de começar a combater a violência atrelada ao dinheiro do tráfico, como um caminho bastante mais eficiente de se falar sobre a droga abertamente (com seus malefícios, mas principalmente com seus diversos benefícios).

Outro ponto chave, porém, começa a ser visto e explorado para o bem de toda a comunidade: a enorme fonte de impostos que a venda de maconha – um mercado gigantesco e ainda em expansão – pode significar para os estados, e o potencial de investimento em melhorias publicas que esse dinheiro oferece.

É o que pretende realizar o governador do estado do Colorado, nos EUA, onde a maconha é legalizada desde 2014 para fins medicinais e recreativos. A legalização da planta não só diminui a operação dos cartéis de drogas como também trouxe uma nova fonte de renda para o estado, que agora, segundo o governador John Hickenlooper, poderá ser aplicada na construção de mais de 1200 casas para pessoas em situação de rua.

O custo, avaliado em pouco mais de 12 milhões de dólares, é somente parte do valor arrecadado com a maconha no estado. Seu plano é que outros 6 milhões de dólares do dinheiro da maconha sejam investidos anualmente para ajudar pessoas em situação de pobreza extrema e com problemas comportamentais e de saúde. Mais 4 milhões serão para a construção de clínicas e centros de tratamento de saúde, e outros 2 milhões, para casas que possam ser oferecidas a preços baixos para aposentados.

“Cerca de 70 a 80 por cento dos moradores de rua possuem problemas com drogas, e uma das melhores soluções de saúde que o estado pode oferecer é dando um lugar para eles morarem e assim os retirar do ciclo da dependência”, afirmou Andrew Freedman, coordenador a respeito da maconha no estado do Colorado.

Há ainda planos para utilizar o dinheiro oriundo da venda de maconha para se investir em educação. Transformar potencialmente uma quantia enorme de dinheiro, que antes ia diretamente para as mãos dos narcotraficantes, em escolas, clínicas e moradia é uma grande medida para melhorar o mundo – só não vê quem não quer.

Image title

Image title

Fonte: Com informações do Hypeness