Evangelina Rosa: Servidores são capacitados em Análises Clínicas

Os servidores foram atualizados e capacitados

Assim como a Maternidade Dona Evangelina Rosa passa por um processo continuado de reestruturação, o laboratório da instituição também integra esse processo. Uma das ações é a capacitação da equipe que compõe o quadro de servidores do laboratório do Instituto de Perinatologia do Piauí (IPS), com a participação no I Curso de Atualização em Análises Clínicas.

Segundo a diretora do IPS, Francisca Lopes, os exames laboratoriais são de extrema importância na atividade clínica. A correta avaliação auxilia no reconhecimento das disfunções e o diagnóstico preciso das doenças ou o seu adequado controle.

“Os exames, além de colaborar com o diagnóstico, também apresentam um papel importante na medicina preventiva. Diversas patologias podem ser prevenidas com a realização desses exames. No laboratório do IPS, os exames de análises clínicas são executados por farmacêuticos e biomédicos. Esses profissionais são supervisionados e têm seu trabalho validado pelo responsável técnico legal pelo laboratório clínico. A qualidade do serviço laboratorial garante a eficiência do exame e facilita o diagnóstico da doença”, conta a diretora.

O curso de Atualização em Análises Clínicas teve sete dias de aulas teóricas e práticas, no laboratório do Instituto de Perinatologia Social (IPS) da Evangelina Rosa, como cumprimento de parte do programa de educação continuada, implantado no processo de reestruturação do setor.

O curso teve como objetivo principal atualizar os profissionais do laboratório para atuarem no setor de Hematologia, com conhecimento aprofundado nas patologias do sangue, seu diagnóstico laboratorial e correlação clínica, bem como atualizar sobre os novos métodos de diagnóstico e utilização de novos equipamentos, com moderna automação, que em janeiro de 2017 estarão disponíveis.

Ainda segundo Francisca Lopes, os técnicos em análises clinicas têm grande contato com o paciente, por ser o profissional que realiza as coletas. “Este profissional atua diretamente com o paciente, então eles desempenham um papel de humanização do atendimento muito forte para que os percalços das coletas sejam os menores possíveis para o paciente”, explica.

Os servidores foram atualizados e capacitados nos temas: Imuno-hematologia eritrocitária, técnicas de coleta e processamento de amostras biológicas, segurança do paciente, biossegurança aplicada ao laboratório e abordagem psicológica da procrastinação e autosabotagem.

Além das técnicas apresentadas, os servidores participaram de palestra ministrada pela psicóloga-ouvidora Maria dos Remédios Moura Castro Lopes, que explicou sobre procrastinação e auto sabotagem.

"É de extrema importância os profissionais passarem por curso de capacitação e atualização”, pontua Evaldo Hipólito.

Vários profissionais participaram como palestrantes, como as enfermeiras Virgínia Nogueira e Nayanna Melo, o biomédico Francisco Pires e o Farmacêutico Evaldo Hipólito que juntamente com a medica Francisca Lopes, coordenaram o curso.

Fonte: Com informações do Portal do Governo
logomarca do portal meionorte..com