Filho de servidor é morto a pedradas e tem rosto esmagado no PI

Daniel Melo de Sousa foi morto com requintes de crueldade

O ex-cabo do Exército Brasileiro, Daniel Melo de Sousa, 34 anos, que residia na Avenida Paulino Pacífico, bairro Suco de Uva, em José de Freitas, e atualmente trabalhava como lanterneiro, em uma oficina mecânica da cidade, foi encontrado morto com sinais de violência, nesta sexta-feira (04), na Avenida de Fátima.

O ex-cabo do exército foi morto á pauladas e pedradas, ficando com o rosto desfigurado. O corpo apresentava uma lesão no queixo, os criminosos ainda deixaram uma corda no pescoço do ex-militar, possivelmente usada para estrangulamento, e um fragmento de madeira na boca da vítima.

De acordo com testemunhas, o corpo foi encontrado por populares que passavam pelo local. O homem foi morto entre o muro do antigo clube do SESP, e um ônibus que está estacionado no meio fio da avenida, esquina com a Rua Sete de Setembro em José de Freitas.

Por volta das 22h, de quinta-feira, 03, um suspeito de estatura alta, pilotando uma motocicleta de grande porte, foi até a casa da vítima, e em seguida os dois saíram no veículo. A polícia agora está trabalhando para identificar o motoqueiro, que passa ser o principal suspeito do crime.

Uma guarnição da polícia militar de José de Freitas, juntamente com os peritos do Instituto Médico Legal, estiveram no local e constataram a crueldade com Daniel. O corpo foi periciado e em seguida levado para Teresina pelo carro tumba do IML, e após a necropsia será liberada para a família fazer o velório e sepultamento.

Daniel era muito conhecido em toda cidade, e era filho do servidor público Delaney. O crime bárbaro chocou toda cidade, familiares e amigos estão em estado de choque com a violência sofrida pela vítima.⁠⁠⁠⁠


Fonte: Com informações do Realidade em Foco