Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Ex-jogador morto em acidente era guerreiro e caridoso, diz irmão

Ele defendeu a equipe do Vila Nova, Anapolina, Juventude e Ponte Preta.

Ex-jogador morto em acidente era guerreiro e caridoso, diz irmão
Ex-jogador morto em acidente era guerreiro e caridoso, dizem irmãos | Lailson Duarte/O Popular
Compartilhe

Caridoso, unido e guerreiro. Essas foram as palavras usadas por cada um dos três irmão de Donizete Castro de Araújo, de 36 anos, para definí-lo. O ex-jogador de futebol e mais três pessoas morreram na manhã de sábado (19), durante um acidente na GO-222, entre Goiânia e Anápolis.

É com tristeza e carinho que Wendel, Edivaldo e Eder Castro de Araújo relembram, em entrevista ao G1, "tudo que o Donizete fez e, infelizmente, não vai fazer mais". Há 10 anos, segundo os irmãos, Donizete promovia um jogo beneficente para arrecadar alimentos para instituições ligadas à igreja católica da cidade.

O evento festivo já reuniu sertanejos famosos, como Marrone e Leonardo. Também participavam amigos que Donizete fez desde as categorias de base do Vila Nova, onde se revelou e foi ídolo em 2001, quando conquistou o título do Campeonato Goiano.

Ele também promovia campeonatos de futebol amador nos bairros pobres de Nerópolis, para promover o esporte. Nessas ocasiões, distribuia camisas e bolas para as equipes.

Para Eder, o que define a relação de Donizete com a família é a união. "Somos quatro irmãos muito unidos, como unha e carne", diz muito abalado.

Evaldo conta que a morte do ex-jogador deixou os pais em estado de choque. Ele conta que todos ficaram preocupados quando o irmão, sempre pontual, não apareceu para abrir o comércio que tem na cidade na manhã deste sábado.

"Tentamos entrar em contato com ele pelo celular e não conseguimos. Quando ficamos sabendo do acidente na rodovia, vimos que o carro coincidia. Mais tarde, o pessoal do hospital entrou em contato com o meu pai", relembra.

O corpo de Donizete foi velado durante toda a madrugada na Câmara Municipal de Nerópolis. O sepultamento está marcado para as 10h, no Cemitério São João Batista.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar