Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Ferapi apresenta produtos da agricultura da reforma agrária

Ferapi apresenta produtos da agricultura da reforma agrária

Compartilhe

Sementes transg?nicas e crioulas, bancos comunit?rios de sementes no contexto da reforma agr?ria e das comunidades quilombolas foi o tema do primeiro semin?rio que abre oficialmente a parte t?cnica da Feira Piauiense de Produtos da Reforma Agr?ria e Comunidades Quilombolas (Ferapi), que est? sendo realizada ao lado da Central de Artesanato Mestre Dezinho, na Pra?a Pedro II, em Teresina. Produtores rurais, assentados e trabalhadores rurais da agricultura familiar fizeram a festa numa ampla exposi??o e venda de produtos populares.

Vieram produtos do artesanato, gr?os, sementes, cascas de ?rvores, rem?dios naturais, potes, redes, doces, gel?ias, castanhas e muitos derivados do caju. Num canto de barraca, um cidad?o de 63 anos, 18 dos quais dedicado ? medicina natural, apresenta seu rem?dio feito com cascas e ra?zes ao pre?o de R$ 50,00. Trata-se de um especialista em ra?zes da regi?o de Picos. Ao seu lado, o agricultor Manoel Ferreira de Sousa, o Manoel de P?, apresenta a melancia forrageira como solu??o dos problemas do rebanho.

Manoel de P? ? do munic?pio de S?o Miguel do Tapuio, onde a melancia forrageira, frutos enormes e amarelados, nasce naturalmente nos pastos. Foi uma das grandes atra?es do evento que, desde a ter?a-feira (25), est? transformando a Pra?a Pedro II num grande atrativo para as pessoas interessadas em conhecer coisas t?picas do Piau?, como o verdadeiro corante feito com urucum, farinha e ?leo. Pisado no pil?o, como explica o presidente do Assentamento Chapada da Aroeira, Severino Lu?s de Fran?a, do munic?pio de Picos.

O dirigente do assentamento ? respons?vel pela ind?stria caseira de temperos. Ele vende o corante, a sua colega ?ngela Maria dos Santos vende, al?m do tempero caseiro envasado em frascos reciclados, doce e gel?ia de caju a pre?os muito baixos. Sai por R$ 5,00 o quilo de doce de caju, por exemplo.

Jo?o Manoel Damasceno vende produtos de medicina caseira. ? dele a garrafada ao pre?o de R$ 50,00. Explica que est? participando do evento para efeito de divulga??o, porque seu produto ? comercializado em Picos e, segundo ele, sua procura ? t?o grande que n?o d? para atender os interessados em conhecer os efeitos do preparado, que promete ser ?um verdadeiro milagre?, desafiando os que pensam o contr?rio.

A feira ? organizada com apoio da Comiss?o Pastoral da Terra, Resist?ncia Camponesa, Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra e Federa??o dos Trabalhadores na Agricultura do Piau?, com apoio do Governo do Estado, atrav?s da Secretaria da Educa??o, Emater, Funda??o Cultural do Piau?, Agespisa, bancos do Nordeste e do Brasil, Ibama, Embrapa, Incra e Conab. O evento trouxe a Teresina representantes de assentamentos, quilombolas e trabalhadores rurais de todo o Piau?.

Eles trouxeram feij?o-zebu, macaxeira-branca, farinha, mel, goma, rapadura, corantes, temperos, biscoitos, bordados, produtos em madeira, pe?as e arranjos decorativos para o lar no contexto da feira saberes e sabores. Ao mesmo tempo, s?o realizadas na Central de Artesanato oficinas tem?ticas, trocas de experi?ncias em temas cient?ficos, atividades culturais, mostra de batuque e de literatura.


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar